Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Canoas Ação rápida

Está na cadeia grupo que é suspeito de furtar pelo menos dez carros por semana

Policiais abordaram os suspeitos em um posto de combustíveis, na noite desta quarta-feira (3), em Canoas

Publicado em: 04.11.2021 às 11:58 Última atualização: 04.11.2021 às 16:20

A Polícia Civil levou à cadeia um grupo de criminosos especializado no furto de veículos, que agia em Canoas. A ação ocorreu na noite desta quarta-feira (3). Cinco foram presos em flagrante. Existe a suspeita de que o grupo furtasse ao menos dez veículos por semana na Região Metropolitanade Porto Alegre.

Flagrante foi feito na noite de quarta-feira (4) em um posto de Canoas
Flagrante foi feito na noite de quarta-feira (4) em um posto de Canoas Foto: Polícia Civil

O ataque foi por acaso e supreendeu a quadrilha. Os policiais haviam deixado o expediente e pararam para jantar em um posto de combustíveis, na área central da cidade, quando viram um suspeito chegando ao local.

Sozinho, o homem, que já era investigado pela 1ª Delegacia de Polícia (DP) de Canoas, estacionou o veículo e desceu com uma maleta. Ele encontrou outros quatro, que estavam à espera em outro carro.

Os policiais fizeram a abordagem e renderam os suspeitos. A investida foi certeira. Em revista a um dos veículos, encontraram dois rádios ligados na frequência da Brigada Militar (BM), além de ferramentas utilizadas para furtos e até um Chapolin - aparelho usado para bloquear o acionamento de alarmes.

Comprometimento

De acordo com o delegado Rafael Soares, que coordena o trabalho na 1ª Delegacia, o grupo seria responsável por um "número considerável de furtos" cometidos na Região Metropolitana de Porto Alegre. A polícia ainda apura os números, mas a estimativa é de ao menos dez por semana.

Com os criminosos presos, os policiais encontraram documentos que comprovavam que alguns dos envolvidos vieram do Paraná. Três veículos acabaram apreendidos com o material levado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Canoas.

Conforme o delegado Mario Souza, diretor da 2ª Delegacia de Polícia (DP), avaliou com o comprometimento dos policiais foi "essencial" para a prisão. "Mesmo de folga, agiram com rapidez e eficiência".

Maior grupo criminoso

A Secretaria Estadual de Segurança Pública ainda não divulgou os indicadores criminais referentes ao mês de outubro no Rio Grande do Sul. Assim, é possível contabilizar somente os números dos primeiros nove meses do ano.

De janeiro a setembro, um total de 535 veículos foram levados da cidade por criminosos. Deste total, 179 acabaram roubados e 356 se tornaram objeto de furtos, cometidos na ausência do proprietário.

Segundo o delegado Mario Souza, a ação policial que se estendeu até a madrugada desta quinta-feira (4) colabora justamente na diminuição deste indicador. Ele batizou a ofensiva de Operação Controle, em alusão aos equipamentos apreendidos com os criminosos.

“Trata-se, segundo as investigações, da maior organização criminosa especializada em furto de veículos presa esse ano em Canoas”, aponta. "Eles foram flagrados com vasto material usado unicamente para abrir veículos".

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.