Notícias | Eleições 2020 Capela de Santana

Professor João Olegário: Estímulo às iniciativas de novos empreendimentos

Candidato à prefeitura de Capela de Santana apresenta aos eleitores as suas principais propostas do seu plano de governo para 2021-2024

Por Thiago Padilha
Publicado em: 16.10.2020 às 07:00 Última atualização: 16.10.2020 às 16:14

15 - João Olegário Bernardes (MDB) Coligação Unidos, com Seriedade e Verdade, Faremos Mais (MDB, PTB) Foto: Divulgação
A Central Grupo Sinos de Eleições encerra hoje a série de duas entrevistas com os candidatos a prefeito de Capela de Santana, cidade que tem 7.440 eleitores. Em ordem do número do partido para votação na urna no dia 15 de novembro, o segundo é o Professor João Olegário (MDB), que concorre pela coligação Unidos, com Seriedade e Verdade, Faremos Mais, reunindo também o PTB. Seu vice é o Pastor Elio. Aos 75 anos, participa de sua segunda eleição à prefeitura — em 2016 concorreu a vice-prefeito — e foi vereador entre 1993 e 1996. Atuou sete anos como secretário municipal de Educação. É professor aposentado, formado em licenciatura e bacharelado em Geografia pela Ufrgs e fez curso de Gestão Pública pelo Centro Universitário Fadergs, de Porto Alegre. É casado há 43 anos e tem três filhas e dois netos. Declarou à Justiça Eleitoral R$ 718,2 mil em bens.

Entrevista/ Professor João Olegário

Nos últimos anos, temos visto o aumento da criminalidade em Capela de Santana. O que pode ser feito para dar mais segurança à população?

A criminalidade ocorre não só em nosso município, mas também em outros lugares. Por fazer parte da região metropolitana, muitos desentendimentos surgidos fora, são resolvidos aqui, aumentando a estatística. Evidentemente temos os nossos. Pretendemos manter e ampliar o monitoramento eletrônico, fortalecer parcerias com Polícia Civil e Brigada Militar, principalmente no trabalho preventivo e criar programas dentro da Assistência Social, promovendo a pessoa em situação de vulnerabilidade.

Quais são suas propostas para a saúde? A cidade ganhou recentemente um posto 24 horas. O que mais precisa avançar?

É claro que vamos manter a Unidade de Saúde 24 horas. Inicialmente vamos fazer uma análise para detectar carências e possíveis gastos desnecessários e, vamos ampliar o atendimento adquirindo equipamentos necessários para exames de imagem. Vamos valorizar as Unidades de Saúde dos bairros e investir na prevenção.

Uma reivindicação comum da população é calçamento. O que pretende investir em infraestrutura nos próximos quatro anos?

Ir e vir é direito constitucional. Daremos condições seguras ao cidadão para se deslocar, calçando e ou asfaltando o maior número de ruas possíveis, com preferência as que apresentar maior fluxo de veículos. Será dada uma atenção especial ao trabalho de manutenção.

O ano de 2020 foi atípico para a educação. O que podemos esperar para os próximos? Quais as suas propostas para a área?

Primeiramente esperamos que esta situação normalize. Como proposta nós temos além de cumprir as determinações legais (LDB, PNE e PME), definir um processo pedagógico (que tipo de cidadão queremos formar), avançar na qualidade da educação, com aperfeiçoamento dos professores, melhorar as estruturas materiais (Bibliotecas, quadras de esportes cobertas), construção de duas creches, implantação de turno integral em escola de área de vulnerabilidade, revisar o Plano de Carreira do Magistério e implantar, gradativamente, os anos iniciais do Ensino Fundamental na Escola Polo.

Capela de Santana é uma cidade jovem. Quais seus projetos para estimular o desenvolvimento?

Nossa preocupação inicial será colocar as finanças do município em dia. Para tanto, vamos economizar: reduzindo o número de ocupantes de secretarias, de onze para seis; reduzir o número de ocupantes de outros CCs; criando a Controladoria de Licitações, evitando pagamento de preços abusivos; criando a Sala do Empreendedor e do Agricultor, para orientação e estímulos aos empreendimentos existentes e novos; estimulando as iniciativas de novos empreendimentos, oferecendo suporte legal e técnico, suporte material (infraestrutura) e financeiro (criando o Fundo Municipal para o desenvolvimento).

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.