Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Avanço da pandemia

Montenegro confirma dois casos da variante Delta; RS já tem transmissão comunitária

Os pacientes já receberam alta e seguem sendo monitorados

Publicado em: 02.08.2021 às 20:39 Última atualização: 02.08.2021 às 20:40

A prefeitura de Montenegro divulgou, na noite desta segunda-feira (2), que foi dois moradores foram infectados com a variante Delta do novo coronavírus. Assim, somando aos outros casos em outras regiões do Rio Grande do Sul, está confirmada a transmissão comunitária da variante no Estado. Ainda de acordo com a nota, os pacientes foram internados, mas já receberam alta e, junto com seus familiares estão sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica.

RS já tem transmissão comunitária da variante Delta

 

Recomendações

De acordo com a enfermeira Patrícia Barros, da Vigilância Epidemiológica, é necessário reforçar o uso de máscaras, álcool em gel e evitar aglomerações. São cuidados que muita gente passou a negligenciar depois que a quantidade de casos e óbitos caiu, nos últimos dois meses. O grande receio é uma nova sobrecarga aos serviços de saúde.

Patrícia ressalta também a importância da vacinação. Todos aqueles que já cumpriram o intervalo entre a primeira e a segunda doses e ainda não tomaram a segunda devem ir à Estação da Cultura com a máxima urgência. “É fundamental que as pessoas concluam a imunização”, aconselha.

De modo geral, embora o aumento na taxa de transmissão, os sintomas provocados pela variante Delta são os mesmos de outras versões da Covid-19. É preciso ficar atento a febre, dores no corpo, tosse, dor de cabeça e de garganta, perda de olfato e de paladar, coriza e diarreia. Em caso de suspeita, o ideal é dirigir-se imediatamente ao serviço de Covid-19 instalado na Secretaria Municipal de Saúde.

A variante

A variante Delta surgiu na Índia por volta de outubro de 2020, levando a sérios danos à população. Esse ano, foi considerada como o motivo do agravamento da pandemia. Segundo a Organização Mundial de Saúde, será predominante em breve em todo mundo. Estudos indicam que a Delta tem quase o dobro de transmissibilidade do vírus original, embora a letalidade seja considerada praticamente a mesma.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.