Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus imunização

São Leopoldo chega à marca de mil adolescentes vacinados contra o coronavírus

O Município também iniciou a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes em institutos

Publicado em: 26.08.2021 às 17:39 Última atualização: 26.08.2021 às 17:45

A manhã da quinta-feira, 26 de agosto, foi de comemoração na sede campestre da Sociedade Ginástica. O local serviu de ponto de vacinação contra o coronavírus para adolescentes entre 12 e 17 anos com doenças preexistentes. Ao todo, 1.002 jovens foram contemplados com a iniciativa pioneira da Prefeitura.

São Leopoldo chega a mil adolescentes vacinados contra a Covid-19 Foto: Romeu Finato/Prefeitura de São Leopoldo

Para celebrar a marca, servidores da Saúde levaram balões e cartazes para o ambiente de trabalho.
Nesse clima, a assistente social Jéssica de Pizzol levou seu filho Pedro de Pizzol Schmitt, 12 anos. O estudante do colégio São Luiz recebeu com alívio o imunizante da Pfizer, único liberado para a faixa etária até o momento.

“Trabalho na área da assistência, com perícias, praticamente não parei. Minha preocupação era ele. Fico feliz com a chegada desse dia”, ressaltou Jéssica.

Cadastro iniciou em julho

São Leopoldo foi o primeiro município do Rio Grande do Sul a abrir cadastro para adolescentes entre 12 e 17 anos com comorbidades. A ideia surgiu a partir da liberação da Anvisa para uso da marca Pfizer nesse público específico.

Quando o Ministério da Saúde liberou, a cidade já tinha o cadastro de interessados pronto. Por ter contemplado todos da lista, as inscrições foram encerradas. Nesta semana, o município começou a utilizar doses remanescentes para vacinar adolescentes dessa faixa etária que vivem em casas de acolhimento.

Município vacina jovens em acolhimento

São Leopoldo inicia vacinação contra Covid-19 de adolescentes em institutos Foto: Romeu Finato/Prefeitura de São Leopoldo
Localizada no coração de São Leopoldo, a Casa de Acolhimento cuida de jovens de zero a 18 anos em medida protetiva. Na noite da quarta-feira, 25 de agosto, o espaço foi escolhido para dar início a vacinação contra o coronavírus em adolescentes a partir dos 12 anos de idade com doses remanescentes do ginásio municipal e do Centro de Eventos. Desde julho, a Secretaria Municipal da Saúde (Semsad) oportuniza vacinas para faixa etária com comorbidades. Por isso agora ela está aberta para todos os jovens vinculados a essas instituições, tendo ou não doenças prévias.

A aplicação de ontem beneficiou quatro adolescentes que receberam imunizante da marca Pfizer, única permitida pela Anvisa para essa idade. Ao todo foram repassados 30 nomes de jovens de instituições públicas ou conveniadas pela Secretaria de Desenvolvimento Social (SDS).

“É de extrema importância que possamos vacinar crianças e adolescentes dos acolhimentos institucionais, tanto público quanto os privados em parceria. Esses jovens estão desde o início da pandemia sem escola presencial, com limites nas visitas. Agora eles terão a possibilidade de retomar a convivência comunitária”, ressaltou o secretário Fábio Bernardo da Silva, titular da SDS.

A aplicação seguirá diariamente, desde que haja doses sobradas dos pontos de vacinação, até contemplar os nomes listados pela secretaria.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.