Publicidade
Notícias | Mundo Fogo

Fortes incêndios na Argentina fazem famílias abandonar casas

Situação mais crítica é na província de Córdoba, onde, até o momento, mais de 14 mil hectares de pastagens e territórios montanhosos foram queimados

Publicado em: 25.08.2020 às 11:38 Última atualização: 25.08.2020 às 11:39

Vento muito intenso, falta de chuva e baixa umidade provocadas pelo calor, favorecem o rápido alastramento do fogo. Este é o cenário que Córdoba, na Argentina, enfrenta nesta semana. De acordo com a MetSul, o Norte da província vive uma “tempestade de fogo”. Nesta segunda-feira (24), o governo de Córdoba informou que o fogo tem levado à retirada de pessoas e, também, ameaça destruir casas.

Mais de 14 mil hectares de pastagens e territórios montanhosos foram queimados até o momento, principalmente nas áreas ao norte de Punilla e Ischilín, de acordo com a mídia local, enquanto a província e o governo federal enviam aeronaves para ajudar os bombeiros na área. O governo de Córdoba alertou sobre o risco "extremo" de incêndios em toda a província, em meio ao tempo seco e às condições de vento, e pediu aos cidadãos para relatá-los.

O prefeito da localidade de Capilla del Monte, Fabricio Díaz, descreveu a situação como complicada e crítica. “Há mais de 10 anos não ocorria nenhum incêndio com estas características. O último foi em 2008, que terminou com neve em setembro”, afirmou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.