Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Novo Hamburgo Estiagem

Sem chuvas, nível do Rio dos Sinos segue diminuindo e chega a 1,82 metro

Medição nas bombas de captação mostra o menor índice desde 1998

Por Suélen Schaumloeffel
Publicado em: 23.04.2020 às 17:21 Última atualização: 23.04.2020 às 17:32

A falta de chuva e consumo de água acendem um alerta para o Rio dos Sinos, que nesta quinta-feira (23), atingiu seu nível mais baixo em Novo Hamburgo desde 1998. A régua de medição, que fica próxima das bombas de captação da Comusa Serviços de Água e Esgoto, indica que o rio chegou a 1,82 metro, apenas 12 centímetros acima do nível considerado crítico.

CONTEÚDO ABERTO | Leia todos os conteúdos sobre coronavírus

No início de abril a companhia já tinha esclarecido que se o rio chegar a 1,7 metro, terá que adotar medidas de racionamento de água.

A própria Comusa divulgou a situação em um vídeo nas redes sociais, explicando que a a situação crítica se deve aos cinco meses de estiagem que o Estado vem passando, sem grandes volumes de chuva e chamando a comunidade para evitar o desperdício de água. “O resultado pode ser notado na beira do rio, onde o lixo descartado, antes escondido pelas águas, começa a aparecer. Mesmo ainda sem risco de racionamento, a Comusa alerta: precisamos reduzir o desperdício de água. Pequenas ações causam grandes impactos, se toda a comunidade se unir nessa meta”, ressaltaram.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.