Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo Cultura

Músicos de Novo Hamburgo fazem abaixo-assinado pelo retorno da música ao vivo

Liberação da atividade será discutida pelos prefeitos da Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos

Publicado em: 28.05.2021 às 03:00 Última atualização: 28.05.2021 às 11:33

Música ao vivo em estabelecimentos como restaurantes e bares ainda não é permitido na região Foto: Daniel Frohlich/ O Lord
Profissionais da música do Vale do Sinos estão mobilizados pelo retorno da autorização de música ao vivo em estabelecimentos como restaurantes e bares. No novo sistema de distanciamento controlado do Estado, a definição deste tipo de atividade cabe às associações regionais autorizar em seus protocolos ou não. No caso da região liderada por Novo Hamburgo, a proibição desse tipo de atividade foi acordada pelos prefeitos da Amvars – Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos.

"Nossa categoria está há mais de um ano sem poder trabalhar. Muitos músicos partiram para outras atividades, pois não conseguem se sustentar longe dos palcos. Enquanto as demais atividades retornaram, a nossa segue impedida de trabalhar", pontua o músico Ronald Ziegler, que na tarde de quarta-feira, participou de uma reunião com a prefeita Fatima Daudt e com o secretário de Cultura, Ralfe Cardoso.

"Apresentamos a situação e o nosso apelo. Fomos ouvidos e explicado que a demanda seria apresentada na próxima reunião da Amvars, onde os protocolos seriam discutidos. Para isso elaboramos uma carta aberta e um abaixo-assinado", explica o músico.

O abaixo assinado on-line, até o início da noite de ontem, possuía 626 assinaturas, principalmente de profissionais da área. O movimento também foi abraçado por DJs e donos de bares e restaurantes que se mobilizaram. Hoje os representantes do movimento farão a entrega do documento na Prefeitura.

Clique aqui para assinar o abaixo assinado on-line

Em trecho da carta divulgada com o abaixo-assinado, destaca as dificuldades e que o papel dos músicos junto ao público vai também ao encontro com os cuidados. "Estamos há um ano e três meses sem ganhos por não podermos exercer nossa profissão, mesmo seguindo todos os protocolos impostos. Diante de tamanha catástrofe, é ainda mais importante o nosso papel de agentes da felicidade, do bem-estar através da arte e do entretenimento. Acreditamos que a soma de esforços na fiscalização das normas possa ser contemplada, no sentido da nossa classe comprometer-se em sermos todos 'agentes fiscalizadores' para a manutenção do cumprimento de todos os protocolos."

 

Amvars avaliará pedidos

Conforme comunicado da Amvars, na tarde desta sexta-feira os prefeitos e representantes dos municípios deverão se reunir para a avaliação de todos protocolos regionais decididos em conjunto e divulgados no dia 19, que foram a base das regras a serem adotadas pelos municípios da Região 7.

No encontro todos os pedidos e ofícios encaminhados no período, relacionados aos protocolos, também serão discutidos e entre eles deverá estar a demanda encaminhada pelos músicos.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.