Publicidade
Notícias | Novo Hamburgo NOVO HAMBURGO

Terapia com games é novidade no Centro Especializado em Reabilitação

Projeto foi implementado há pouco mais de uma semana na unidade hamburguense

Por Bianca Dilly
Publicado em: 30.08.2021 às 10:19 Última atualização: 30.08.2021 às 10:19

A partir do sensor de movimentos do videogame, o caminhoneiro aposentado Oraldi Moreira Lopes, de 56 anos, joga a bola de boliche. Depois de acertar sete pinos, a comemoração é grande. Pode parecer só diversão, mas é assim que ocorre um dos tratamentos do paciente no Centro Especializado em Reabilitação (CER IV) de Novo Hamburgo.

Centro Especializado em Reabilitação passou a contar com gameterapia Foto: Diego da Rosa/GES

A proposta de gameterapia foi implementada há pouco mais de uma semana na unidade. Lopes testou a novidade na tarde da última sexta-feira (27). 

“Aos 56 anos, eu nunca tinha jogado videogame. Achei muito legal a novidade. É uma experiência nova, que faz bem para a gente”, conta o morador do bairro São José. Faz dois meses que Lopes passa por tratamentos no CER. “Tive que amputar as duas pernas. Agora completou meio ano. Comecei a ter acompanhamento aqui e é muito bom”, complementa.

Leveza

Por enquanto, o foco dos atendimentos é na terapia ocupacional. “Trabalhamos questões físicas, cognitivas, sociais e comportamentais. É uma forma de trazer mais leveza para o tratamento, porque assim o paciente nem se dá conta dos movimentos e ações que precisa realizar”, ressalta a terapeuta ocupacional Layana Alvez, que levou a proposta de implementação ao centro.

Ainda em fase de testes, a capacidade de atendimento gira em torno de dez pessoas por semana, mas já há planos de expansão. “Vamos avaliar os resultados durante um período de três meses. Daí, sim, podemos ampliar para outros setores da reabilitação. Até porque acabamos trabalhando diretamente com áreas, como a da fisioterapia e psicologia”, exemplifica a responsável técnica da terapia ocupacional, Vandrieli Dias.

Estímulo

De acordo com o diretor técnico do CER, Renato Werle, a busca por novos tratamentos é constante na unidade. “É uma tendência recorrente que temos aqui. Estamos sempre estimulando a implementação de novos tratamentos, que possibilitem ganho científico e para o paciente”, afirma.

Tecnologia em prol de novas terapias

Além dos ganhos na área da saúde, outro ponto importante do projeto tem relação com a modernização de processos. “As tecnologias estão cada vez mais presentes no nosso dia a dia. Pensando nisso, a área da saúde também precisa estar sempre se reinventando”, frisa Layana, que fez o trabalho de conclusão de curso sobre o tema.

“Trouxe essa experiência e os impactos que tivemos, com bons resultados. Agora, queremos avaliar se para o serviço também será benéfico”, acrescenta. As coordenadoras da ação lembram que o uso do videogame como ferramenta terapêutica já é difundido em outros países.

Quase 90 mil procedimentos

Inaugurado em abril do ano passado, o CER já contabiliza quase 90 mil procedimentos, recebendo pacientes de Novo Hamburgo e 42 cidades da região.

“Conseguimos zerar filas das reabilitações visual e auditiva. Além disso, temos muitas novidades vindo aí”, sublinha Werle. Atualmente, há um playground adaptado em construção. “Sem falar da parceria com o Grupo Marista para a conclusão do ensino médio e técnico de pacientes e acompanhantes, com transporte porta a porta. E o projeto amor em movimento, que recebe equipamentos como cadeiras de rodas e muletas que já foram utilizadas para redistribuir a quem precisa”, relata Werle.

Fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, nutrição, serviço social, enfermagem e medicina também fazem parte da atuação da unidade. A unidade fica na Rua Dr. João Daniel Hillebrand, número 2.200, no bairro Rondônia.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.