Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Novo Hamburgo Novo Hamburgo

Projeto Gameplay usa jogos contra a desigualdade social

Ideia do novo espaço é estimular convívio e desenvolver habilidades

Publicado em: 18.11.2021 às 03:00

Novo Hamburgo lançou na manhã de ontem o Projeto Gameplay, que pretende oferecer a jovens em vulnerabilidade social acesso à tecnologia e jogos digitais. As atividades são voltadas para adolescentes entre 14 e 17 anos, e acontecerão em dois turnos nas segundas, quartas e sextas-feiras.

Projeto vai atender 30 adolescentes entre 14 e 17 anos
Projeto vai atender 30 adolescentes entre 14 e 17 anos Foto: Gustavo Bays/PMNH

O lançamento oficial do projeto foi na Base de Ação Comunitária Integrada do bairro Santo Afonso (BACI Santo Afonso). No local serão disponibilizados jogos eletrônicos para turmas de até cinco pessoas, totalizando 30 atendidas.

O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ficará responsável por selecionar os participantes.

Participação

A proposta é que o local onde o Projeto Gameplay está instalado seja um espaço de entretenimento e convivência, além de ter um papel de formação e participação social. Jovens sem acesso a jogos eletrônicos poderão desenvolver habilidades semelhantes a quem pode jogar diariamente.

Os idealizadores esperam conseguir também uma redução em índices de violência, além de minimizar as desigualdades sociais, como salientou durante o lançamento o secretário de Desenvolvimento Social, Eliton Ávila.

"A gente só combate a desigualdade quando se apresenta oportunidades. Quando se consegue tirar um jovem da rua e inserir em um projeto como este, a gente está colaborando para que este jovem saia muitas vezes da zona do conforto ou muitas vezes não entre no caminho da criminalidade", diz o secretário.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.