Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Novo Hamburgo NOVO HAMBURGO

Em depoimento à Polícia, empresário confirma ter contratado carros de som

Elácio Hugendobler repetiu o que já havia dito em vídeo e disse não ser contra a vacinação

Por Matheus Chaparini
Publicado em: 28.01.2022 às 16:30 Última atualização: 28.01.2022 às 16:51

O empresário Elácio Hugendobler prestou depoimento à Polícia Civil nesta sexta-feira (28). Ele foi chamado para depor sobre o caso dos carros de som que circularam por Novo Hamburgo com mensagens que questionavam a segurança e a eficácia da vacina contra a Covid-19 para crianças, sem embasamento técnico ou científico.

População filmou ação
População filmou ação Foto: Divulgação
No depoimento, ele reafirmou o que já havia dito no vídeo que publicou ao lado do deputado Bibo Nunes nessa quinta-feira (27). De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil, Hugendobler confirmou ter contratado as empresas para divulgação do áudio através do carro de som.

O empresário disse ainda não ser contra a vacina e que estaria apenas defendendo o direito de as pessoas poderem escolher se serão ou não vacinadas.

A investigação está a cargo do delegado Rafael Sauthier, de Estância Velha. Ele cobre as férias do titular da delegacia de Novo Hamburgo, delegado Tarcísio Kaltbach, que retorna às atividades na segunda-feira (31) e concluirá o procedimento.


Relembre o caso
Nessa quarta-feira (26), dois carros de som foram apreendidos pela Guarda Municipal sob alegação de que estariam infringindo medida sanitária de prevenção a doença contagiosa, infração prevista no código 268 do Código Penal.

Um Fiat Uno e uma Fiorino circulavam pelos bairros Liberdade e Rondônia reproduzindo uma gravação com um texto com informações equivocadas sobre a vacinação infantil contra a Covid-19. Além da Polícia Civil, o caso é investigado também pelo Ministério Público do RS.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.