Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | País ECONOMIA

Guedes diz estar confiante em solução para aprovação da PEC dos Precatórios

Ministro da Economia argumentou que o aumento da inflação reforça a necessidade de um programa social mais robusto

Por Estadão Conteúdo
Publicado em: 21.09.2021 às 15:03

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (21), estar confiante em solução para possibilitar a aprovação da PEC dos Precatórios, viabilizando o espaço no teto de gastos do próximo ano para acomodar o pagamento do Auxílio Brasil - o novo programa social do governo federal.

Guedes argumentou que o aumento da inflação reforça a necessidade de um programa social mais robusto
Guedes argumentou que o aumento da inflação reforça a necessidade de um programa social mais robusto Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
"O espaço fiscal está na PEC dos Precatórios que havíamos enviado e naturalmente evoluções vão acontecer pelo processo político. Queremos atender o duplo compromisso da responsabilidade social com responsabilidade fiscal. Esse difícil equilíbrio é que é a arte da política, que é a arte de fazer escolhas. Estamos caminhando muito bem pelo resultado da reunião de hoje", afirmou o ministro, após o encontro com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). "Estou muito confiante no Congresso e no Supremo Tribunal Federal de que vamos conseguir manter o compromisso com a responsabilidade social", completou.

Guedes argumentou que o aumento da inflação reforça a necessidade de um programa social mais robusto.

"Temos que lançar uma camada de proteção, com recursos para um Bolsa Família aumentado para minimizar os impactos que a guerra contra a pandemia trouxe. Tivemos aumento do preço da comida, crise hídrica, uma série de pressões inflacionárias, e precisamos proteger as camadas mais vulneráveis. O Bolsa Família precisa ser fortalecido dentro de um programa mais amplo", alegou o ministro.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.