Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Protesto de artistas contra evento

Em meio à polêmica sobre suposto festival neonazista artistas canoenses publicam carta

Conselho de Políticas Culturais afirma que não se omitirá na luta contra 'protofascistas' e 'neonazistas'

Por Diário de Canoas
Publicado em: 05.01.2020 às 14:58

Manifestação parte do colegiado máximo da cultura na cidade Foto: Reprodução
Na última semana, Canoas ganhou notoriedade em páginas de blogs, jornais e sites por causa de um festival de rock supostamente com teor neonazista. Em razão da polêmica, o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Canoas (representação máxima dos artistas locais) manifestou-se publicamente no fim da semana por meio de uma carta aberta em que afirma que "não se omitirá na luta contra os protofascistas e o neonazistas" e "diante da natureza deste fórum, repudiamos os recentes acontecimentos que obscurecem a sociedade com manifestações de revanchismo, despóticas, racistas e/ou que simpatizam com movimentos fascistas ou neonazistas".  

A denúncia contra o festival ganhou destaque nacional após divulgação de vídeo nas redes sociais feito por um policial civil da Capital. O evento chamado "Gig Rio Bronx 2020" será realizado em 18 de janeiro, às 19 horas, no Bar Caverna do Dragão, no bairro Olaria. Participam "Oi!diados", "Braineaters", "Desprezo Skinhead" e "Visagge". O DC ouviu o organizador do festival com exclusividade que se disse "cristão" e "anti-nazista" e reafirmou a intenção de manter o show ainda que possa trocar o local "para não prejudicar o dono do bar".

Em diversas mensagens enviadas à redação do DC nos últimos dias, músicos da cidade fazem severos apontamentos aos músicos que tocarão no evento, enviando fotos que comprovariam a divulgação de símbolos nazistas em outros shows. Também criticam a realização do evento e pontuam que duas bandas chegaram a desistir do set list do Rio Bronx após tomarem conhecimento do suposto teor de ódio contra minorias.   Leia a íntegra do documento abaixo:  

"CARTA ABERTA CONTRA O FASCISMO

O Conselho Municipal de Políticas Culturais de Canoas é o órgão que, no âmbito da cultura do Município, institucionaliza a relação entre a Administração Municipal e os setores da sociedade civil, ligados à cultura. Nele encontram-se representadas a diversidade artística e cultural do Município de Canoas a partir dos Colegiados Setoriais, e é a partir dessa heterogeneidade dialógica que os debates em prol da cultura são estabelecidos, pautados nos anseios de centenas de produtores, artistas e agentes culturais, interessados em promover um diálogo democrático de forma altruísta e livre.
Ao Conselho cabe a promoção de uma comunicação pautada na pluralidade e na não violência. Logo, diante da natureza deste fórum, repudiamos os recentes acontecimentos que obscurecem a sociedade com manifestações de revanchismo, despóticas, racistas e/ou que simpatizam com movimentos fascistas ou neonazistas.

Estas manifestações, de caráter totalitário, são a expressão do que há de mais vil, ignorante e cruel em nossa sociedade. São demonstrações de ódio e preconceito de caráter tirânico, ou seja, são manifestações antidemocráticas e, portanto, se opõe ao esteio que alicerça o Conselho de Políticas Culturais de Canoas.
Este Conselho não se omitirá na luta contra os protofascistas e o neonazistas. Diante dos movimentos de ódio, o Conselho Municipal de Políticas Culturais se colocará como combatente, denunciando para as autoridades, agindo a favor da diversidade, da igualdade e da democracia.

Canoas, 3 de janeiro de 2020.

Conselho Municipal de Políticas Culturais de Canoas" 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.