Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região Região

Pró-Sinos alerta para baixo nível do rio; meteorologia prevê chuva nos próximos dias

Consórcio pede que população faça uso consciente da água, especialmente em tempos de pandemia

Publicado em: 28.03.2020 às 19:14

Obras da Corsan em Campo Bom Foto: Divulgação
Com a escassez de chuvas no Estado, o Consórcio Pró-Sinos faz um importante alerta para a população dos municípios da bacia do Rio dos Sinos: o consumo consciente de água é a única forma de evitar a falta desse recurso tão importante, especialmente em tempos de pandemia.

Em Campo Bom, onde se localiza a captação e o tratamento de água da cidade e de mais três municípios (Sapiranga, Estância Velha e Portão), nos últimos dias o nível do Rio dos Sinos chegou a 90 centímetros – o menor desta temporada. O normal é entre 2 e 3 metros. “O cenário é dramático. Ainda mais numa pandemia, quando a água é o principal insumo para prevenção do avanço do novo coronavírus”, alerta o secretário de Meio Ambiente de Campo Bom, João Flávio da Rosa.

O diretor-técnico do Pró-Sinos, Hener de Souza Nunes Júnior, destaca que o engajamento da população é fundamental para que não haja desabastecimento. “Estamos muito próximos do limite. Agora as pessoas estão mais em casa e isso aumenta o consumo, mas todos precisam se conscientizar. Não se deve encher piscinas e lavar carros, calçadas, molhar plantas com mangueira neste momento”, orienta Hener.

Outra consequência da estiagem é que parte do esgoto das cidades fica retido nas tubulações. Assim que chover, todo o resíduo represado irá para o rio. Se o volume de chuva for pequeno, esse aumento da carga de matéria orgânica poderá produzir um consumo excessivo de oxigênio e acabar gerando a mortandade de peixes.

E a previsão é de chuva para o Estado nos próximos dias. De acordo com boletim divulgado na tarde deste sábado pela MetSul Meteorologia, após longa sequência de tempo seco a umidade retorna ao Sul do Brasil. As pancadas isoladas acontecem ainda neste fim de semana, mas devem atingir maior número de localidades entre quarta e quinta-feira. No Noroeste e no Norte do Estado o acumulado deverá passar dos 50 milímetros no período.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.