Publicidade
Notícias | Região Comunidade

Em meio à pandemia, região encara também o desafio do combate à dengue

Em tempos de pandemia, a doença causada pelo mosquito Aedes aegypti já soma dez casos autóctones na região. Boletim epidemiológico do Estado aponta aumento no contágio

Por Juliane Kerschner
Última atualização: 30.06.2020 às 08:40

A Secretaria da Saúde de São Leopoldo continua com visitas domiciliares, coleta de larvas e vistorias em pontos estratégicos, como em cemitérios Foto: Romeu Finato/Prefeitura de São Leopoldo
Esteio, São Leopoldo e Sapucaia do Sul somam dez casos autóctones de dengue em 2020, ou seja, dez casos contraídos dentro dos próprios municípios. A situação exige atenção, afinal, esses resultados confirmam que existem focos de Aedes aegypti na região. Cinco desses casos foram registrados em São Leopoldo, nos bairros Campestre, São Miguel, Santo André, Duque de Caxias e Centro. Em Esteio, foram confirmados cinco casos, quatro autóctones dos bairros Liberdade e Cruzeiro. Em 2019, a cidade registrou 40 casos confirmados, sendo 39 autóctones. E no dia 8 de junho, Sapucaia do Sul confirmou o primeiro caso autóctone de uma pessoa residente no bairro Fortuna. Ano passado, foram registrados nove casos autóctones.

O aumento dos casos autóctones pode ser por descuido com o foco voltado a outra pandemia e também com a diminuição do controle. "Não tivemos a realização de um novo Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), afinal, esse trabalho foi suspenso pelo Ministério da Saúde por causa da Covid-19", afirma a coordenadora da Vigilância Ambiental de São Leopoldo, Maria do Carmo Moraes.

Estado

O mais recente boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, por meio do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS), aponta que, ao comparar a curva epidêmica dos casos autóctones de dengue dos anos de 2015, 2016, 2019 e 2020, anos em que o Rio Grande do Sul detectou maior número de autoctonias, as curvas vinham mantendo-se semelhantes, porém no ano de 2020, entre as semanas epidemiológicas 13 a 15, houve um aumento significativo nos casos de dengue autóctones.

Segundo o boletim divulgado no início de junho, que possui dados até o dia 30 de maio, o Estado registrava 5.409 casos suspeitos, 3.160 casos confirmados, sendo 2.784 casos autóctones, ou seja, 88% dos casos confirmados foram contraídos dentro do Estado.

Agente encontra dificuldade no monitoramento

Outro problema que os agentes vêm encontrando é dificuldade na realização do seu trabalho. "Os agentes continuam realizando os trabalhos de monitoramento, mas temos a orientação de não entrar em casas de idosos e estamos lidando com uma certa resistência da população, o que dificulta a análise. Mas no último LIRAa, São Leopoldo ficou com alto índice de transmissão, baseado nesse dado e no número de focos e vetores, tivemos até o momento poucos casos", afirma a coordenadora da Vigilância Ambiental de São Leopoldo.

Apesar do frio, chuva auxilia a reprodução

Com o frio, há uma tendência de diminuição do mosquito, o que não quer dizer que os cuidados devem ser deixados de lado. Principalmente com a chegada da chuva, que auxilia na reprodução do inseto. "Solicitamos sempre a atenção à população, mesmo em tempo de pandemia. Não podemos cuidar de uma doença e esquecer das outras. Pedimos aos moradores que recebam os agentes de combate às endemias que seguem nas ruas e estão identificados. Pedimos também atenção redobrada com piscinas ou qualquer tipo de água parada", salientou o diretor do Centro em Vigilância em Saúde, Maurício Prass.

A Vigilância em Saúde segue atendendo denúncias através da Ouvidoria pelo 156.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.