Publicidade
Notícias | Região Região

Corsan e Exército juntos para garantir abastecimento de água

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) realizou, na tarde de segunda-feira, o treinamento de 10 militares do 19.º BIMtz

Por Juliane Kerchner
Última atualização: 01.07.2020 às 10:50

Treinamento com Exército na Estação de Tratamento de Água da Corsan em Esteio Foto: Diego da Rosa/;GES/Diego da Rosa/GES
A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) está recebendo o reforço de 40 militares do Exército Brasileiro, que prestarão serviços de apoio operacional a Estações de Tratamento de Água. A parceria com o Comando Militar do Sul visa à manutenção dos serviços em caso de afastamento de trabalhadores da Corsan por Covid-19, a iniciativa integra o plano de contingência da companhia, para garantir o abastecimento em caso de comprometimento do quadro funcional nos pontos de tratamento e distribuição, considerando que a água é a primeira barreira no combate ao novo coronavírus. Para preparar os militares, foi iniciado na segunda-feira (29) um treinamento de 20 horas.

Na Estação de Captação de Esteio, dez militares do 19º Batalhão de Infantaria Motorizada (19º BIMtz), divididos em duas turmas, cinco pela manhã e cinco pela tarde para evitar a aglomeração, receberam aulas teóricas e práticas. De acordo com o diretor de Operações, André Finamor, os militares atuarão no apoio às equipes, quando e se necessário, não estando aptos a realizar atividades tais como o tratamento de água uma vez que a responsabilidade sobre esse serviço é da Corsan. “Seria um auxílio para nossa mão-de-obra. No momento não necessitamos, mas não podemos esperar a necessidade para que ocorra a capacitação e a organização do Plano de Contingência. Atualmente temos cerca de 60 trabalhadores afastados, entre positivados e integrantes do grupo de risco”, explica o diretor. Também estão sendo treinados militares em Alegrete, Bento Gonçalves e Cachoeira do Sul.

Após o treinamento, eles estarão aptos para reforçar as equipes, desempenhando atividades como jateamento de filtros, lavagem de decantadores, coletas de amostras, lavagem de vidrarias, preparação de materiais para análises microbiológicas e preparação de suspensões como cal e carvão. O apoio sempre se dará com a orientação e supervisão de técnicos da Corsan, que tomarão todas as medidas de segurança e higienização necessárias, bem como o acompanhamento de um responsável técnico pelas áreas de tratamento e de segurança do trabalho

Oitenta militares serão preparados

“Somos gratos ao pronto atendimento e apoio do Exército neste momento em que a manutenção do serviço de abastecimento de água é primordial. Recebemos para o treinamento profissionais muito capacitados. E esperamos não precisar contar com esse apoio, pois isso significará que nossas equipes não contraíram a doença”, diz André Finamor.

De acordo com a Corsan, os treinamentos seguirão até sexta-feira e, em torno de 15 dias, mais 40 militares devem passar pelo mesmo processo. O 19º BIMtz afirmou que o intuito do Exército é se capacitar para ajudar a sociedade.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.