Publicidade

'Recheio' do novo Hospital Unimed começa no dia 30

Montagem da estrutura interna se estende até fevereiro e envolve uma complexa operação para que tudo esteja pronto no próximo dia 5 de março de 2021, data da inauguração do novo hospital

Grupo Sinos 360 | Branded Content
Conteúdo produzido em parceria com Unimed Vale do Sinos

A entrega da obra do novo Hospital Unimed, no dia 30, encerra uma fase, mas inicia outra igualmente importante. A partir do momento em que as chaves do prédio forem oficialmente repassadas às mãos do presidente Luis Carlos Melo, começa a montagem da estrutura interna, processo que se estende até fevereiro de 2021.

Serão quase quatro meses de ritmo tão intenso quanto o registrado desde março de 2019, quando o prédio começou a ser erguido. Saem de cena os operários da construção civil com seus sacos de cimento, tijolos e demais itens típicos de uma obra, entra outro contingente de trabalhadores para montar de móveis a equipamentos extremamente sofisticados e caros.

A nova etapa envolve uma lista gigantesca e vai de itens mais óbvios e típicos de qualquer estrutura, como cadeiras e poltronas, a outros bem específicos, como réguas verticais para gasoterapia e carro anestésico. Para conseguir mapear tudo, foram envolvidas equipes multidisciplinares, médicas, de enfermagem, hospedagem, nutrição, engenharia clínica, arquitetura e área de compra.

O investimento na nova etapa está estimado em R$ 40 milhões. Parte considerável desse recurso, na casa dos 70%, será empregada em setores vitais: bloco cirúrgico, UTI adulto e áreas de internação. Mas para além dos números, outra questão foi fundamental ao longo do tempo: avaliar item por item de forma crítica para se chegar a um resultado que permita oferecer aos pacientes qualidade, conforto, segurança dos serviços e a tecnologia para apoio ao dia a dia das operações.

Além da montagem do chamado "recheio da estrutura física", diversas outras ações vão correr em paralelo nos próximos meses. Como, por exemplo, contração de pessoal e de fornecedores. Tudo precisa estar 100% OK no próximo dia 5 de março de 2021, data da inauguração do hospital. ''A nova fase também traz grandes desafios: equipar toda a estrutura, contratar um número importante de pessoas, treiná-las. Além de novos contratos de fornecimento que precisam ser realizados. Tudo está sendo tratado com extrema prioridade e assim será, garantindo a qualidade e conforto para os futuros atendimentos aos nossos clientes'', destaca Melo.

Veja imagens que projetam como ficará o novo complexo, incluindo a reforma do hospital existente e a construção de edifício garagem, além da passarela que vai unir os prédios

Projeto de interiores busca inspiração no Parcão

Mesmo com o prédio ainda em obras, já é possível perceber ambientes diferenciados. A vista de uma das suítes, por exemplo, com o Parcão exuberante sendo contemplado pelas janelas, remete aos padrões adotados na elaboração do projeto e que buscam oferecer aos pacientes instalações diferentes do conceito tradicional hospitalar.

No novo hospital, vão prevalecer elementos da linha hoteleira nos seus ambientes internos, considerando aspectos como conforto, ergonomia, segurança, bem-estar e individualidade. Outro ponto importante que merece destaque é justamente a luz natural. Algo, aliás, presente em muitas alas, com seus janelões de vidro que revelam diferentes visões da cidade.

A proximidade com o parcão serviu de inspiração para compor o projeto de interiores, baseado justamente na natureza e na vizinhança com o pulmão verde de Novo Hamburgo. Com isso, elementos naturais foram inseridos na comunicação visual e adotados em áreas dedicadas para apoio à reabilitação dos pacientes, como fisioterapia, brinquedoteca, capela religiosa e jardim interno.

VOCÊ SABIA?

Como contrapartida pelo novo hospital, a Unimed está investindo em melhorias no entorno da obra e também em mobilidade urbana, com o alargamento da Rua Sapiranga e substituição de sistema de esgoto nas ruas do entorno da nova estrutura.

Os três eixos da próxima fase

A complexa operação de montagem da estrutura interna foi elaborada a partir de três eixos:

1 tecnologia biomédica


2 inovação e futuro


3 segurança do paciente

O objetivo é tornar o novo complexo hospitalar da Unimed Vale do Sinos pioneiro em muitas linhas de equipamentos e informática biomédica.

MAIS DE 50 MIL ITENS

A Unimed estima que mais de 50 mil itens, dos mais simples ao mais sofisticados, serão instalados dentro da nova estrutura.

FIQUE POR DENTRO

Para saber mais detalhes do novo hospital, acesse o portal criado pela Unimed

Se quiser outras informações, acesse direto o site da Unimed Vale do Sinos

PARA SEGUIR

Facebook - @unimedvs.rs

Instagram - @unimedvaledosinos

Twitter - @unimedvs_rs

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Publicidade
Matérias especiais
Novo Hamburgo

Obra do novo Hospital Unimed entra na reta final

Região
Novo Normal

A vida cada vez mais tecnológica

NovoNormal
Brasília

Deputados aprovam alterações no Código de Trânsito; carteira de motorista terá validade maior

País
Meio Ambiente

Pesquisadores encontram poluição por resíduos plásticos no litoral e no Rio dos Sinos

Região