Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região GRAVE ACIDENTE

Ciclista atropelado com filhos na RS-239 está há quase uma semana na UTI

Acidente aconteceu na terça-feira passada em frente ao posto de combustíveis Cardoso

Publicado em: 18.10.2021 às 13:54 Última atualização: 18.10.2021 às 14:27

O ciclista atropelado com os dois filhos na RS-239, no trecho de Nova Hartz, na terça-feira passada, segue na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Canoas há seis dias. O homem, de 45 anos, tem o quadro de saúde instável e ainda inspira cuidados, conforme a casa de saúde.

Acidente de trânsito na RS-239
Acidente de trânsito na RS-239 Foto: CRBM

Os filhos do ciclista,  um menino, de 8, e uma menina, de 5, também teriam sido encaminhados do Hospital Sapiranga, onde receberam os primeiros atendimentos, a outros hospitais. Inicialmente, o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) informou que a menina havia sido levada ao HPS de Canoas, porém a instituição afirma que a criança não deu entrada no local. Já o Hospital Sapiranga informa que uma das crianças foi levada ao HPS de Canoas, e a outra, para a Santa Casa. A reportagem apura para qual instituição as crianças foram encaminhadas.

O acidente foi registrado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Novo Hamburgo. À Polícia, o condutor relatou que seguia na faixa da esquerda, no sentido Sapiranga-Taquara, quando atingiu as vítimas. O acidente aconteceu em frente ao posto de combustíveis Cardoso, no quilômetro 37.

O motorista, de 33, disse que o local era pouco iluminado. Ele estava com a esposa e dois filhos.

Ele prestou socorro e fez o teste do bafômetro, que teve resultado negativo para o consumo de álcool. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.