Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região PREOCUPAÇÃO

Companhias de saneamento da região discutem estratégias para evitar desabastecimento

Monitoramento quer frear efeitos da estiagem no Rio dos Sinos

Por Joceline Silveira*
Publicado em: 13.01.2022 às 05:00 Última atualização: 13.01.2022 às 07:37

A estiagem que deixou em situação de emergência uma em cada cinco cidades gaúchas continua se agravando na região com o calor intenso e sem expectativa de chuva. Dez das 25 bacias hidrográficas estão em estado de alerta, conforme a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), por conta do baixo nível. A bacia do Rio dos Sinos, que abrange 30 municípios e uma população de quase 1,5 milhão de habitantes, entrou em estado de alerta na classificação da Sema.

Água rasa no Rio dos Sinos em Campo Bom
Água rasa no Rio dos Sinos em Campo Bom Foto: Diego da Rosa/GES

Na medição de terça-feira, o nível do rio em São Leopoldo estava em 0,47 centímetros. A média para este ponto é 2,04 metros. Em Campo Bom, o rio estava em 1,27 metros na quarta-feira. Em Novo Hamburgo, o cenário não é menos preocupante. Conforme dados do aplicativo da Comusa - Serviços de Água e Esgoto que monitora o nível do Sinos em tempo real, na terça-feira, no ponto de captação a régua de medição marcava o nível do rio em 2,29 metros. Na quarta, o nível registrado foi de 2,17 metros, doze centímetros a menos em 24 horas.

Prudência

De acordo com a diretora-geral da Comusa, Andrea Braun, a situação da estiagem exige muita cautela. "Estamos atravessando um período extremamente complicado. No entanto, estamos tratando de forma paliativa um sintoma de um problema muito maior e que a Comusa já leva ao Comitesinos desde 2019: precisamos pensar em uma forma de reservar água na região", explica. "Já existem estudos sobre nossa bacia e é necessário dar o primeiro passo para que não se repita todo esse drama ano após ano", finaliza a gestora.

Está em debate um plano de ação para as cidades

Com o agravamento da estiagem, os representantes regionais da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), Comusa de Novo Hamburgo e do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), de São Leopoldo, realizaram na quarta uma reunião com técnicos do Departamento de Gestão de Recursos Hídricos e Saneamento (DRHS) da Sema, para debater os efeitos da estiagem. No encontro virtual ficou definido que os representantes irão disponibilizar os dados de monitoramento ao DRHS.

As concessionárias de água também avançaram na atualização do acordo feito anualmente com os arrozeiros e mediado pelo Comitesinos, que no momento está sem comissão. Para fechar em definitivo, porém, ainda é necessária uma resposta da Associação dos Arrozeiros, que segundo o secretario do Meio Ambiente de São Leopoldo, Anderson Etter, deve ser anunciada na sexta.

"Deliberamos que Semae e Corsan repassarão os níveis na captação para o DRHS diariamente. Caso haja o acordo com os arrozeiros, o abastecimento humano será priorizado quando o nível chegar em 50 centímetros no Semae e em 120 centímetros na Corsan", explicou, ressaltando a importância da água para todos, já que envolve diferentes setores, que dão diferentes usos ao mesmo manancial.

Colaborou: Isabella Belli

Poluição também compromete

A situação do Sinos também vem sendo monitorada pelo Consórcio Pró-Sinos, que representa 28 municípios dos 30 que compõem a bacia hidrográfica. A entidade emitiu alerta na terça-feira e reforça o uso racional da água como precaução. Com a redução das chuvas, o aumento da concentração de poluentes torna a água inapropriada para qualquer tipo de uso. O diretor-geral da entidade, Luciano Machado, alerta que essa poluição também contribui para a escassez.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.