Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SECA

Nível do Rio dos Sinos na captação do Semae está, pela primeira vez, abaixo de 1 metro

Nível também está abaixo do normal na régua da ANA: 32 centímetros

Por Isabella Belli
Publicado em: 14.01.2022 às 14:55 Última atualização: 14.01.2022 às 16:16

Com a temperatura próxima dos 40ºC aqui na região, o Rio dos Sinos apresentou redução no nível novamente nesta sexta-feira (14).

Seca do Rio dos Sinos
Seca do Rio dos Sinos Foto: Fabiano Camargo/Defesa de Civil São Leopoldo

Às 14 horas, a régua da Agência Nacional de Águas (ANA) marcava 32 centímetros, o que significa que está 1,68 metro abaixo do normal. Este é o menor nível que o Sinos atingiu este ano. A última vez que o rio chegou nesta medição foi no último dia de 2021, de acordo com a Defesa Civil de São Leopoldo.

Já neste ano, a menor medição foi registrada no dia 4 de janeiro quando as águas estavam em 38 centímetros.

Nesta quinta-feira (13), o rio surpreendeu e demonstrou pequena melhora, chegando a 63 centímetros, conforme medição da ANA. Segundo o secretário do Meio Ambiente de São Leopoldo, Anderson Etter, explicou que é normal as pequenas variações no nível, principalmente em tempos de estiagem.

“A variação do nível do Rio depende de uma série de fatores complexos, não depende somente da precipitação dentro da bacia. Ventos do quadrante Sul, por exemplo, acima de 30 km/h já têm o poder de represar a água do Rio fazendo com que seu nível aumente um pouco”, afirmou ele que lembrou que a bacia do Sinos tem uma área de drenagem de 3.820 km², composta pelos Rios Paranhana, Rio da ilha e Rio Rolante, além de dezenas de arroios.

“Isso forma um grande sistema composto de muitos banhados que têm uma capacidade de também influenciar o nível do Rio. Exemplo disto é que nos períodos da noite é normal o nível do Rio subir um pouco e nos períodos de dia também ocorre o fenômeno inverso há uma tendência de diminuir um pouco.”

Baixo nível na captação

Na captação do Serviço Municipal de Água e Esgotos (Semae), localizada na Avenida Imperatriz Leopoldina, o nível está em 90 centímetros. Nas redes sociais, a autarquia divulgou um aviso informando que este nível já causa dificuldades no tratamento da água.

“Abaixo de 1,5 metro já é necessário mais insumos no tratamento da água devido à poluição. O mínimo possível para a captação é de 50 centímetros.”

O Semae, alerta que o uso consciente da água ainda se faz necessário para evitar um possível racionamento. Para isso, além de reutilizar a água e não desperdiçar, a autarquia divulgou formas de contato para denunciar o desperdício.

Whatsapp: 3579-6000
Ligue: 0800-510-2910

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.