Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SÃO LEOPOLDO

Obras de duplicação da ponte sobre o Sinos avançam para a várzea do rio

Dnit espera finalizar esta etapa no final do primeiro semestre para iniciar as obras de acesso à rodovia

Por Isabella Belli
Publicado em: 17.01.2022 às 03:00 Última atualização: 17.01.2022 às 07:56

Com as novas pontes principais sobre o Rio dos Sinos praticamente prontas, as equipes do consórcio responsável pelas obras focam-se agora na construção das pontes sobre a várzea, no quilômetro 247 da BR-116.  Até serem concluídas, elas passarão por sete etapas. A primeira, que é a cravação de estacas, já está andamento. As próximas serão: execução dos blocos de fundação, construção dos pilares e travessas, lançamento das vigas previamente fabricadas, lançamento das pré-lajes, execução das lajes superiores e por fim, a execução dos guarda-rodas e acabamentos.

Pontes principais já estão 93% concluídas e trabalho avança
Pontes principais já estão 93% concluídas e trabalho avança Foto: Priscila Carvalho/GES-Especial

Portanto, assim como aconteceu com as pontes principais, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte no Estado (Dnit/RS), informou que não estão descartados novos bloqueios parciais na BR-116 para o içamento e instalação das pré-lajes.

Ainda para este ano

A previsão de entrega das pontes da várzea é para o final do primeiro semestre, caso não haja nenhuma interrupção por conta do clima ou qualquer outro atraso.

Isso não significa, porém, que logo após a conclusão, o local estará liberado para o tráfego, pois ainda faltarão outras etapas como a execução dos aterros e das lajes de transição que vão unir as pontes à pista já existente, além da construção das terceiras faixas entre o Rio dos Sinos e o bairro Scharlau com o objetivo de tornar funcionais as novas pontes.

Acesso

Para acessar a via, serão feitas quatro faixas. As pistas principais da rodovia serão alargadas, passando de duas para três faixas por sentido. Já com as novas pontes, serão um total de quatro faixas por sentido. Conforme o Dnit, três delas seguirão pelas novas pistas alargadas e a quarta servirá de acesso de para as ruas laterais.

Outra alteração será nos canteiros centrais. Eles serão suprimidos e no eixo da rodovia será construído um muro de concreto tipo new jersey.

O trecho é um últimos gargalos do trânsito na BR-116 na região metropolitana — o outro é o cruzamento com a RS-240, na Scharlau. Depois de prontas as melhorias, a estrada pode vir a ser uma via expressa entre Porto Alegre e Novo Hamburgo.

Cravação deve ser concluída este mês

No momento, a construção das pontes sobre a várzea do Rio dos Sinos está concentrada na cravação de estacas. Ao todo, serão 64 do tipo raiz e, até agora, 33 já foram instaladas. Conforme o Departamento Nacional de Infraestrutura de Trânsito, cada estaca tem 40 centímetros de diâmetro e 11 metros de comprimento. O início desta etapa, porém, só foi possível por conta do baixo nível das águas do Rio dos Sinos que deixaram a várzea completamente seca.

Concluída esta parte, serão colocados os blocos e depois os pilares que vão sustentar as pistas. A previsão do Dnit é de que a cravação seja concluída ainda este mês. As quatro pontes integram o lote 1 das obras de melhoramentos do tráfego da rodovia, no qual está prevista uma reformulação em 38,5 quilômetros, entre Novo Hamburgo e Porto Alegre.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.