Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região EM CANOAS

Dois suspeitos de envolvimento em roubo ao Itaú de Canudos são presos

Homens foram detidos em Canoas na madrugada desta sexta-feira

Por Da redação
Publicado em: 04.03.2022 às 09:38 Última atualização: 04.03.2022 às 10:10

Suspeitos de participarem do ataque à agência do Itaú da Avenida Bartolomeu de Gusmão, no bairro Canudos, em Novo Hamburgo, em novembro do ano passado, foram alvos de uma operação na madrugada desta sexta-feira (4). Ação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar cumpriram dois mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão em Canoas, Novo Hamburgo e Alvorada.

Bonés e camisetas da Polícia Civil foram apreendidos na ação
Bonés e camisetas da Polícia Civil foram apreendidos na ação Foto: Polícia Civil/Reprodução

À epoca, um homem foi preso em flagrante com parte do dinheiro roubado, R$ 5.710,00, o revólver de um vigilante e uma pistola usada no ataque.

Outros dois homens embarcaram em um Fiat Stillo, estacionado nas proximidades, e teriam fugido em direção ao bairro São Jorge, rumo à RS-239. A dupla também levou o revólver de um segurança e R$ 9.290,00.

Eles foram apontados pela Polícia como autores imediatos do crime, ou seja, estiveram dentro da agência. Contra eles, foi decretada prisão temporária por 30 dias. Eles foram encontrados em Canoas. Um deles na Rua Peru, bairro São José, e o outro, em um condomínio na Avenida Dr. Sezefredo Azambuja Veira, bairro Marechal Rondon.

Apreensões

Segundo a Polícia, durante a operação, foram apreendidos documentos, celulares, veículos e roupas usadas nos crimes, como uniforme de uma empresa de vigilância e bonés e camisetas que imitam os da Polícia Civil.

As operações conjuntas contra roubos a banco "Bartolomeu", da Civil, e "Angico", foram realizadas por meio da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, da Agência Central de Inteligência e Corregedoria da Brigada Militar.

Preso no dia do ataque em Novo Hamburgo

O ataque ao Itaú, em Novo Hamburgo, teve um homem preso em flagrante na época. O Érisson Ivan de Souza Balhejo, o Neco, de 56 anos, é veterano em assaltos violentos

Na ocasião, uma guarnição do Canil da Brigada Militar que passava prendeu o homem. Uma pistola foi apreendida, o revólver subtraído da agência bancária e parte do valor. O crime está em fase de julgamento pelo Poder Judiciário do Foro da Comarca de Novo Hamburgo.

Neco já vinha sendo investigado por ter liderado uma ataque em Alvorada em junho de 2021. Contra ele foi cumprido mais um mandado de prisão preventiva.

Participação de militar da ativa

A investigação do ataque ao banco ainda identificou indícios de participação de um policial militar da ativa de Novo Hamburgo. Por este motivo, a Corregedoria da Brigada Militar participou das buscas na casa do investigado.

No local, foi apreendido um dos celulares usado durante o roubo. Ainda foram encontradas munições e armas de fogo, cujas providências serão adotadas pela Brigada Miliar, em sede de Polícia Judiciária Militar.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.