Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região REFORÇO PARA A SAÚDE

Hospital Sapiranga abre nova ala com 60 leitos SUS

Ala Esmeraldas, que recebeu investimento de R$ 2,7 milhões, tem status de alta tecnologia e inovação para os pacientes dos vales do Sinos e Paranhana

Por Joceline Silveira
Publicado em: 12.05.2022 às 05:00 Última atualização: 12.05.2022 às 09:25

Às vésperas da comemoração do Dia Internacional da Enfermagem, celebrado nesta quinta-feira (12), a região ganhou uma ala que oferece um novo conceito de atendimento hospitalar. Com status de alta tecnologia e inovação para os pacientes dos vales do Sinos e Paranhana, o Hospital Sapiranga apresentou a nova unidade de internação SUS, a Ala Esmeraldas.

 Hospital Sapiranga inaugura nova ala para os 60 leitos do SUS
Hospital Sapiranga inaugura nova ala para os 60 leitos do SUS Foto: Joceline Silveira/GES-Especial
A inauguração da área composta por quatro pavimentos aconteceu ontem. O espaço será destinado para atendimento de pacientes que internam através do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nos leitos, o corpo clínico ajustava os últimos detalhes antes da transferência dos pacientes que atualmente estão internados na parte mais antiga da casa de saúde, construída há cerca de 70 anos, e que estava atendendo, em média, 360 pacientes por mês. Animadas, as técnicas em enfermagem Mariane Boccacio, 21 anos, Ingrid dos Santos, 23, e Grazieli Dalmolim, 25, comemoravam a conclusão das obras. "Há dias os pacientes estão perguntando quando irão se mudar para 'casa nova', porque isso era um desejo de toda comunidade", afirma Mariane. "É um misto de emoções. Estou há 13 anos aqui e acompanhei todo o processo. A nossa equipe merece um espaço como esse e os pacientes também, pois terão mais conforto e segurança durante a internação", completou a enfermeira Izabel Müller, coordenadora da Ala das Margaridas.

Direção da casa de saúde, autoridades e lideranças participaram do desenlace da fita
Direção da casa de saúde, autoridades e lideranças participaram do desenlace da fita Foto: Joceline Silveira/GES-Especial
Estrutura triplicada

A partir de agora, os pacientes contarão com 60 leitos, totalizando 21 quartos - dois de isolamento. O local também teve o espaço físico triplicado, passando de 450 para 1.150 metros quadrados, e atenderá tanto pelo SUS quanto por convênios e particulares. O investimento é de R$ 2,7 milhões.

Reformulação sonhada

O corpo clínico envolvido é de 49 técnicos de enfermagem, oito enfermeiros, além da equipe multidisciplinar com profissionais de nutrição, ortopedia, pneumologia, entre outros.

Conforme a diretora do Hospital Sapiranga, Elita Herrmann, esta era uma medida esperada ao menos desde 2015, mas que teve que ser replanejada em função das demandas ocasionadas pela pandemia do coronavírus. Ela ainda destaca que a ideia inicial era a reforma do espaço antigo, mas viu-se que seria necessário reduzir o número de leitos. "A partir daquela realidade, o Hospital deu início ao projeto de construção de toda uma edificação, conseguindo que fosse feita a completa reformulação sem alterar a capacidade de atendimento", explica.

Provisoriamente, o espaço continuará servindo como suporte para área administrativa da instituição que atende 70% SUS. "Foram dois anos construindo o esqueleto e a base desse novo anexo, começando com recursos próprios e indo atrás de verbas federais. Chegamos até aqui e não posso deixar de mencionar o olhar empreendedor de nosso presidente, que sempre nos incentivou a pensar grande", pontuou.

União de esforços busca excelência

O presidente do Hospital Sapiranga, João Edmar Wolff, que completou no último mês 15 anos à frente da instituição, adiantou que mais novidades devem ser apresentadas ainda em 2022. Ainda estão previstas a ampliação de serviços e a criação de estruturas, incluindo uma nova emergência 24 horas, que deverá ter 1.131 metros quadrados, quase três vezes maior do que a existente e uma Unidade de Saúde Mental com 15 leitos. “Como hospital, temos de nos nivelar por cima, nos comparar com as melhores casas de saúde, buscando o melhor para os pacientes”.

De acordo com a prefeita sapiranguense, Carina Nath, a inauguração da nova ala é um marco na saúde do município. “É motivo de orgulho estarmos aqui acompanhando a evolução dos serviços prestados pelo que podemos chamar de nosso hospital. Entendemos que as pessoas não precisam ir até Porto Alegre para ter qualidade. Temos tudo isso aqui. A Ala das Esmeraldas é fruto da união de esforços do Hospital Sapiranga com a prefeitura e lideranças políticas e empresariais da nossa região”, afirma. 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.