Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região RIO GRANDE DO SUL

Ciclone Yakecan perde força nesta quarta-feira no litoral norte

Na noite de terça, Tramandaí viveu transtornos, especialmente pelo destelhamento de parte do hospital e falta de energia

Por Jauri Belmonte
Publicado em: 18.05.2022 às 07:58 Última atualização: 18.05.2022 às 07:59

O ciclone Yakecan, que atingiu o litoral norte do Rio Grande do Sul ainda noite de terça-feira (17), perdeu força ao longo da madrugada desta quarta (18). A instabilidade, assim como o vento e o frio, persistem nas primeiras horas do dia em Tramandaí e demais cidades do entorno. Segundo a MetSul Meteorologia, o ciclone classificado por meteorologistas como subtropical, tende a avançar pela costa gaúcha até o Norte, próximo à divisa com Santa Catarina e, então, voltar para o oceano.

De acordo com os bombeiros, a situação mais crítica foi no fim da noite, quando, por conta das fortes rajadas, houve destelhamento da ala de internação do hospital de Tramandaí. Em postes, fios arrancados e a cidade ficou às escuras. Durante a madrugada, o vento foi perdendo força e as ocorrências registradas com maior gravidade se restringiram à queda de árvores. 

Em Imbé, de acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, os danos se limitam à questão de quedas de árvores, fios de postes caídos e placas de fachadas. A secretaria de obras vai avaliar a situação nas próximas horas. Mesma situação de Capão da Canoa e Cidreira.

Não houve registro de feridos. A tendência é que o vento causado pelo ciclone vá perdendo força ao longo das horas.

Caso mais crítico

Pouco antes das 22 horas de terça-feira (17) parte do telhado do Hospital Tramandaí foi arrancado com a força do vento causado em razão da passagem do ciclone Yakecan. O Corpo de Bombeiros foi acionado ao local, assim como a Defesa Civil do município. O setor afetado foi a ala de internação, onde haviam cerca de dez pacientes, que não ficaram feridos e foram realocados para outro espaço.

A prefeitura de Imbé, diante do ocorrido, colocou a Policlínica da cidade à disposição para receber pacientes do hospital, caso seja necessário. 

Saiba mais sobre os efeitos do ciclone

Um ferido, destelhamentos e quedas de árvore em Nova Hartz durante noite de ventania causada por ciclone

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.