Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região CULTURA

Banda Herval é atração em festival de música de rua

Conjunto de Dois Irmãos participa de evento em Porto Alegre neste domingo (22)

Por Matheus Chaparini
Publicado em: 21.05.2022 às 05:00 Última atualização: 21.05.2022 às 17:46

Uma banda marcial tocando música pop em um evento de rua com um jeito de carnaval de inverno. Essa instigante mistura espera o público do Honk! Poa, festival de fanfarras que ocorre em Porto Alegre desde quinta-feira (19) e segue até domingo (22).

Banda Marcial Herval existe desde 1994 e atualmente reúne integrantes de 14 a 21 anos
Banda Marcial Herval existe desde 1994 e atualmente reúne integrantes de 14 a 21 anos Foto: Divulgação/Banda Marcial Herval
O evento reúne 17 grupos musicais que utilizam percussão e metais. Na programação, fanfarras de Porto Alegre, Rio de Janeiro e Brasília. Entre as atrações, está a Banda Marcial Herval, de Dois Irmãos.

"A maioria das pessoas vê a banda e imagina que a gente ensaia o ano inteiro só para o desfile da Pátria. Uma banda é muito versátil. Quero mostrar para os alunos que estão chegando e para o público que uma banda cabe em qualquer lugar, pode tocar em sala de concerto, marchando na avenida ou em eventos mais festivos, como o Honk", explica o regente Luchéu Igor da Silva.

A banda, vinculada à Associação de Funcionários do Grupo Herval, foi criada em 1994. No início, era composta apenas por trabalhadores das empresas do grupo.

Desde o início dos anos 2000, foi aberta a possibilidade de familiares de funcionários participarem. Hoje, a banda é aberta ao público e reúne 30 integrantes com idades entre 14 e 21 anos. Entre eles, alunos de quase todas as escolas da rede pública do município. As meninas são maioria e têm representantes em todos os naipes.

A Banda Marcial Herval se apresentará neste domingo (22), às 15h30, em frente ao Instituto de Educação General Flores da Cunha, na Avenida Osvaldo Aranha, junto ao Parque da Redenção, em Porto Alegre.

Experiência e desafios

Luchéu ingressou como aluno iniciante, em 2001. Há dez anos, rege o grupo, faz arranjos e dá aulas. Atualmente, ele coordena sete bandas escolares na região. Além de Dois Irmãos, atua em Picada Café, Morro Reuter e São Leopoldo.

A auxiliar administrativa Caroline Linck, de 18 anos, toca trombone na banda há cinco anos. Ela afirma que a mudança no repertório e a participação no Honk! servem como desafios e trazem outro ânimo aos integrantes.

Caroline toca trombone na banda há cinco anos
Caroline toca trombone na banda há cinco anos Foto: Divulgação/Banda Herval
"A banda se torna mais eclética, além de ter um contato com outros músicos, novos estilos e formas de se expressar. O novo repertório traz muitas músicas brasileiras atuais. É uma maneira de mostrarmos que outros estilos, como o funk, também fazem parte da nossa cultura", avalia.

Luchéu conta que trabalhou bastante nos arranjos, com harmonias, contrapontos e melodias bem distribuídas e garante que o resultado ficou musicalmente muito interessante.

Do erudito ao pop

Durante 27 anos, músicas eruditas, compostas para bandas e canções de compositores brasileiros consagrados, como Pixinguinha e Tom Jobim, compuseram o setlist da Banda Marcial Herval. Desde o começo deste ano, foram incluídas músicas que bombam na Internet. Para o Honk! Poa, o repertório vai incluir artistas internacionais como Anitta, Lady Gaga, Black Eyed Peas, Deep Purple e Imagine Dragons.

A mudança objetivou motivar e atrair mais jovens para a banda, com músicas que façam parte do seu dia a dia.

"Quando você toca algo que está inserido no seu contexto, se torna mais interessante, faz mais sentido. Temos visto os adolescentes motivados, tocando com mais frequência, porque são músicas que eles conhecem e gostam", avalia Luchéu.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.