Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região HISTÓRIA E CULTURA

Porto Alegre recebe mais uma edição da Noite dos Museus neste sábado

Projeto chega à sua sexta edição oferecendo, além de visitas gratuitas aos acervos em horários estendidos, também diversas atrações artísticas

Por Alecs Dall' Olmo
Publicado em: 21.05.2022 às 03:00 Última atualização: 21.05.2022 às 16:15

Das 19 horas deste sábado (21) à 1 hora da madrugada de domingo (22), será possível conferir exposições e os acervos de 20 instituições culturais que estarão abertas para visitação, com entrada franca, em Porto Alegre. É a Noite dos Museus.

CCMQ participa da Noite dos Museus
CCMQ participa da Noite dos Museus Foto: Anderson Fetter/Divulgação
Além disso, há dezenas de apresentações que envolvem música, cinema, performances, artes visuais e literatura. Idealizado por Rodrigo Nascimento, o evento chega à sua sexta edição. É um encontro para celebrar a arte, a diversidade e a memória.

Além de mergulhar na cultura, também é a chance de aproveitar uma caminhada pelas ruas do Centro Histórico da Capital. Várias das instituições participantes ficam, justamente, neste trecho.

Roteiro

Há atrações em locais como Casa de Cultura Mario Quintana, Centro Histórico-Cultural Santa Casa, Cinemateca Capitólio, Espaço Força e Luz, Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul (Macrs), Farol Santander, Galeria do Dmae, Instituto Ling, Memorial do Rio Grande do Sul, Museu da Brigada Militar, Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, Museu da Ufrgs e Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs). Este último conta, inclusive, com obras da leopoldense Mitti Mendonça, artista têxtil, designer gráfica e ilustradora.

Na lista de espaços no fluxo da Noite do Museu estão ainda, entre outros pontos, o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, o Museu Julio de Castilhos, o Museu Militar do Comando Militar do Sul, o Palácio Piratini, a Pinacoteca Aldo Locatelli, a Pinacoteca Ruben Berta e o Planetário da Ufrgs. Toda uma cartografia estratégica para aproveitar o melhor de um evento múltiplo.

Dois palcos

E a previsão é de noite adentro para a Noite dos Museus, que estreou em 2016 e já reuniu milhares de pessoas nas ruas e nos espaços culturais de Porto Alegre. A última maratona presencial, em 2019, antes da pandemia, mobilizou mais de 100 mil. Uma multidão que surpreendeu positivamente os organizadores do evento.

Atenta ao movimento crescente, a organização do Noite dos Museus ampliará o espaço de circulação ao ar livre, instalando dois palcos externos no Centro Histórico: um na Praça da Alfândega e outro em frente ao Museu da Brigada Militar. Algumas das ruas do entorno serão fechadas para o trânsito de carros, priorizando o acesso de pedestres e facilitando a movimentação a pé na região.

Além disso, a maior parte das apresentações acontecerá nos jardins dos museus, como nos casos da Casa de Cultura Mario Quintana, do Planetário da Ufrgs e do Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo.

E considerando o cenário ainda de pandemia, a organização do evento planeja precauções sanitárias. Haverá controle de acesso e limitação dos espaços do público dentro dos museus para garantir o distanciamento, além de seguir os demais protocolos estabelecidos pelo município.

A Noite dos Museus é organizada pela Rompecabezas, com a Secretaria Especial da Cultura e Ministério do Turismo, com financiamento via Lei de Incentivo à Cultura do Governo Federal. A programação completa pode ser conferida no portal www.noitedosmuseus.com.br.

Exposição Presença Negra

Duas criações da artista Mitti Mendonça (E), de São Leopoldo, integram a exposição coletiva Presença Negra no Margs. São as obras 'O afeto abre caminhos' e 'Essa força invisível' que conduz. O Museu fica na Praça da Alfândega e integra a Noite dos Museus.

Música e poéticas na Casa de Cultura Mario Quintana

Entre os espaços que recebem o Noite dos Museus está a Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ), uma referência no Centro da capital. O local contará com atrações musicais, iniciando, às 19 horas, com o cortejo do Bloco Areal do Futuro, seguindo com shows, a partir das 20 horas, de James Liberato e Grupo, Jordana Henriques, Matheus Alves e Bruno Coelho e Café Trio. Há ainda cinco exposições, do térreo ao 5° andar, além da instalação do artista Athos Aguiar, no Espaço-Experimento Fosso de Luz.

Ancestralidade, família e afeto

Dois trabalhos da leopoldense Mitti Mendonça estão entre as 250 obras, de mais de 20 diversos acervos e coleções, reunindo cerca de 70 artistas, na exposição coletiva Presença Negra no Margs. A mostra, que traz a público o debate e a reflexão sobre a presença e a representatividade negras no campo das artes visuais, está instalada no Museu de Arte do Rio Grande do Sul. A partir das técnicas de bordado e crochê, Mitti aborda as questões de ancestralidade, memória e afeto.

Nos trabalhos estão duas releituras. "São de fotografias do século 19 e uma traz uma figura feminina com raízes, relacionando com a questão de que meus passos vieram muito antes de mim", enfatiza.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.