Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SEGURANÇA ALIMENTAR

Ratos e alimentos vencidos são encontrados em restaurante interditado no Vale do Caí

Além deste estabelecimento, dois mercados também passaram por fiscalização de força-tarefa do Programa Segurança Alimentar RS

Por Redação
Publicado em: 09.06.2022 às 12:22

Um restaurante foi totalmente interditado durante fiscalização do Programa de Segurança Alimentar RS no Vale do Caí. Além do estabelecimento, mais dois mercados também passaram por vistoria, um deles teve nova interdição e outro foi autuado. A ação coordenada pelo Ministério Público do Estado (MP/RS) aconteceu na quarta-feira (8) em Bom Princípio e apreendeu 663 quilos de alimentos impróprios para o consumo.

Na vistoria, foi constatado que o restaurante reaproveitava restos de comida dos pratos dos clientes. E também foram encontrados roedores, chorume, alimentos vencidos há mais de cinco anos. Segundo comunicado do Ministério Público, as condições de higiene eram péssimas.

Durante o trabalho de fiscalização, os agentes descobriram que a padaria e o açougue de um dos mercados funcionavam de forma indevida. Em outra ação, esses espaços haviam sido interditado e, por isso, voltaram a ter as atividades interrompidas.

Já o terceiro local autuado tinha problemas com prazo de validade dos alimentos, que não existiam ou estavam vencidos; falta de procedência e armazenamento inadequado.

Os nomes dos estabelecimentos não foram revelados.

Equipe integrada

A fiscalização e formada por agentes de diversos setores públicos como, nesta ação participaram a promotora de Justiça de São Sebastião do Caí, Claudia Ferraz Rodrigues Pegoraro, servidores do Gaeco – Segurança Alimentar, representantes da Vigilância Sanitária Municipal de Bom Princípio, Serviço de Inspeção Municipal de Bom Princípio, Secretaria Estadual da Saúde (SES), Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR), Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor (Decon) e da Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram).

Programa Segurança Alimentar RS

Desde 2014 o programa faz fiscalizações com um grupo formado por membros do Ministério Público do Rio Grande do Sul, Procon RS, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Agronegócio, Vigilância Sanitária do Rio Grande do Sul (Secretaria Estadual da Saúde), Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do Rio Grande do Sul e Fórum Interamericano de Defesa do Consumidor com o propósito de fomentar a atuação dos órgãos responsáveis na fiscalização dos alimentos comercializados no território gaúcho.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.