Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região RODOVIA

Daer conclui análise de propostas de construção da RS-010

RS-010 prevê passagem por Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom e Sapiranga

Por Débora Ertel
Publicado em: 23.06.2022 às 17:52

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) concluiu a análise oficial da minuta do Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) da RS-010. Em 3 de maio de 2021 a STE, empresa contratada para fazer o estudo, apresentou quatro propostas de construção para a Rodovia do Progresso. Os municípios, após conhecerem as alternativas, apresentaram dúvidas e sugestões, que foram coletadas pelos técnicos do órgão. Depois de mais de um ano da apresentação inicial, o Daer devolveu o projeto para STE com os apontamentos finais. A partir de agora, a empresa terá 60 dias para atender às observações da análise.

Rodovia do Progresso
Rodovia do Progresso Foto: Alan Machado/GES

Conforme a assessoria de imprensa, o objetivo é manter a entrega para o segundo semestre deste ano. Anteriormente, o prazo divulgado para conclusão do EVTEA era julho. Somente com o término deste levantamento será possível saber o valor necessário para que a estrada seja construída.

A ordem de início para a elaboração do estudo, com custo de R$ 290,3 mil, foi dada no final do mês de setembro de 2020 pelo governo do Estado, com a expectativa de que as obras fossem licitadas ainda naquele ano.

A RS-010 prevê passagem por Porto Alegre, Canoas, Cachoeirinha, Gravataí, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Campo Bom e Sapiranga. Além disso, o EVTEA apontou que Dois Irmãos e Esteio sofrerão impactos diretos do investimento por serem cidades muito próximas à futura rodovia. A extensão estimada da via é de 42 quilômetros.

Para lembrar

Das quatro alternativas apresentadas em 2021, a primeira leva em conta a proposta original, apresentada em 2002 pelo Daer e a empresa Etel. Essa opção é apontada atualmente como inviável porque a área está ocupada.

A segunda proposta atende sugestão do próprio Daer e divide a rodovia em dois segmentos: A, de Porto Alegre até Gravataí (RS-118), e B, de Gravataí a Sapiranga. Nestas duas sugestões a RS-010 teria 41,7 quilômetros de extensão. As outras duas opções, são trajetos da RS-118 até a RS-239, com 33,4 quilômetros e 31,6 quilômetros, respectivamente.

A prefeitura de Sapiranga foi um dos municípios que se manifestou, apresentando uma quinta alternativa, com sugestão de cruzar a zona sul da cidade até o limite com Araricá. No entanto, a administração não sabe se essa sugestão foi levada em conta.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.