Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região SUSTO

Petrobras divulga laudo sobre pó branco emitido pela Refap atingindo bairros de Canoas

Conforme documento, catalisador não chegou a atingir a cidade de Esteio

Publicado em: 01.07.2022 às 16:16

 A Petrobras enviou nesta sexta-feira (1º) para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Esteio o laudo sobre o pó branco que escapou da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), atingindo no dia 20 de junho, os bairros residenciais Parque Ozanan, Parque Universitário, São José e Guajuviras, todos da cidade de Canoas.

Meio Ambiente de Canoas investiga vazamento de produto químico na Refap
Meio Ambiente de Canoas investiga vazamento de produto químico na Refap Foto: Arquivo pessoal/Reprodução

No relatório, a Petrobras deixa claro que o pó, um catalisador utilizado na quebra de compostos químicos do petróleo, não chegou a Esteio, como o secretário do Meio Ambiente do município, Felipe Costella, já havia constatado. Ainda sim, por segurança, a secretaria solicitou o laudo. 

"Os ventos predominantes no momento do evento estiveram entre Sudoeste e Ostes (247º), a velocidade do vento estava com média de 0,27 m/s, o que é considerado calmaria e pode explicar a presença do catalisador em bairros de Canoas, sendo o bairro São José afetado no município citado, não havendo relato ou a constatação da presença do catalisador em Esteio."

Ainda conforme o documento, uma manobra operacional foi a causadora da emissão do pó. "Informamos que após avaliação da operação da Refinaria foi identificada uma manobra operacional como a causadora da emissão do material particulado. Este material particulado trata-se de Catalisador gasto de FCC, utilizado no processo de Craqueamento Catalítico, classificado como produto não perigoso e que não apresenta risco à saúde."

O laudo, assinado pelo gerente setorial de Manutenção e Pós Licença para Sul, Minas Gerais e Centro Oeste, Ricardo Schutz, informa que o horário da manobra foi às 4 horas do dia 19 de junho e que "não será mais repetida."

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.