Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul Economia

Rio Grande do Sul volta a ser o Estado com mais demissões no setor calçadista

Levantamento atualizado da Abicalçados aponta que as fábricas gaúchas já perderam mais 10.712 postos de trabalho

Por Nicolle Frapiccini
Publicado em: 09.06.2020 às 17:18 Última atualização: 09.06.2020 às 19:37

O Rio Grande do Sul é, pela segunda vez, o Estado que mais perdeu postos de trabalho no setor calçadista brasileiro. Desde o início da pandemia, as fábricas gaúchas já demitiram 10.712 profissionais e quase dois meses depois voltaram a ter mais desligamentos que as fábricas paulistas, conforme a nova atualização do levantamento realizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), que deve ser oficializado nesta quarta-feira (10).  

No Brasil, mais 35.974 profissionais já foram desligados das esteiras de produção de calçado. Em relação aos dados da semana passada, nos últimos dias 798 colaboradores foram desligados. Essas novas demissões foram puxadas pelo polo gaúcho que perdeu mais 419 postos de trabalho e, dessa forma, voltou a ser o Estado brasileiro com mais demissões. 

Na sequência, está São Paulo com 10.688 demissões. Na comparação com os dados da semana passada, o polo paulista teve um incremento de 51 desligamentos. Em terceiro lugar, aparece Minas Gerais com 5.487 demissões. Bahia tem 4.824 e o Ceará 1.623 desligamentos. Os outros Estados juntos contabilizam mais 2.640 demissões. O levantamento da entidade junto as empresas de calçados do País é realizado desde o final de março deste ano.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.