Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Vai pesar no bolso

Gás natural vai ficar mais caro no Rio Grande do Sul a partir do dia 15

Segundo a Sulgás, o Gás Natural Veicular (GNV) terá um aumento de R$ 0,3720/m³ sobre o valor praticado aos revendedores e sem impostos.

Por Suélen Schaumloeffel
Publicado em: 07.04.2021 às 21:13 Última atualização: 07.04.2021 às 21:17

Segundo a Sulgás, o Gás Natural Veicular (GNV) terá um aumento de R$ 0,3720/m³ sobre o valor praticado aos revendedores e sem impostos. Foto: André Motta de Souza / Agência Petrobras
Vai pesar no bolso de alguns consumidores, mais uma vez, o aumento do gás natural que vai valer a partir do dia 15. Na data entram em vigor as novas tabelas de valores para todos os clientes da Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul, a Sulgás.

Em janeiro já havia acontecido o primeiro aumento do ano. Segundo a companhia, o reajuste de tarifas foi autorizado pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e considera somente o repasse do aumento do custo de aquisição do gás.

Para o setor industrial, o aumento varia entre 16,21% e 23,41%, conforme a faixa de consumo. No comercial, o reajuste vai de 10,98% a 15,12%, enquanto que para residencial, será entre 8,56% a 11,96%. O Gás Natural Veicular (GNV) terá um aumento de R$ 0,3720/m³ (sem impostos) sobre o valor praticado aos revendedores.

Reajuste para cada segmento:

Industrial: 16,21% a 23,41%

Veicular: 0,3720 R$/m³ (Sem impostos e sobre o valor praticado aos revendedores)

Comercial: 10,98% a 15,12%

Residencial: 8,56% a 11,96%

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.