Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Decreto

Estado diminui distanciamento mínimo e região já anuncia ampliação de alunos nas salas

Decreto que aponta a distância mínima de um metro entre as pessoas foi publicado na noite desta segunda-feira; Estância Velha anuncia volta de 100% dos encontros presenciais

Por Suélen Schaumloeffel
Publicado em: 10.08.2021 às 07:40 Última atualização: 10.08.2021 às 07:46

Um novo decreto que institui as medidas de enfrentamento a pandemia dentro do Sistema de Avisos, Alertas e Ações, foi publicado pelo governo estadual na noite desta segunda-feira (9), no Diário Oficial do Estado.

A mudança no protocolo obrigatório referente a educação diminui o distanciamento mínimo entre as pessoas em ambientes fechados de 1,5 metro para 1 metro. Como consequência da medida, as salas de aula passam a ter um aumento na capacidade de receber alunos.

No caso de protocolos variáveis, no quesito educação, aquele que serve como sugestão aos municípios, ainda é exigida a ventilação natural cruzada e que o uso obrigatório de máscara de proteção facial seja supervisionado.

Com a diminuição do distanciamento entre os alunos a capacidade nas salas de aula deve aumentar Foto: Inézio Machado/GES

O decreto era aguardado pelas prefeituras, dispostas a ampliar as aulas presenciais. Logo depois que a nova regra foi publicada, o prefeito de Estância Velha, Diego Francisco (PSDB), anunciou que "definimos a volta de 100% das aulas presenciais, sem revezamento de grupos".

Leia notícias sobre coronavírus

O retorno de todos os alunos da rede municipal de Estância será escalonado e o calendário deve sair ainda nesta terça-feira, acrescentou o prefeito.

No final de julho a Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (Amvars), encaminhou um ofício ao Piratini, solicitando, entre outros pedidos, a alteração neste distanciamento. “Os indicadores epidemiológicos da região nos permitem avançar um pouco mais com relação a alguns protocolos”, disse na época o presidente da entidade e prefeito de Campo Bom, Luciano Orsi.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.