Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul PRIVATIZAÇÃO

Leite assina contrato que passa controle da CEEE-T para a CPFL Energia

Leilão para a venda da Companhia Estadual Transmissão de Energia Elétrica foi em julho

Publicado em: 14.10.2021 às 11:48 Última atualização: 14.10.2021 às 11:49

A Companhia Estadual de Transmissão de Energia Elétrica (CEEE-T) passou a ser oficialmente administrada pela CPFL Energia. Na manhã desta quinta-feira (14), o governador Eduardo Leite assinou o contrato de venda, encerrando o segundo processo de privatização da atual gestão.

A CPFL Energia venceu o leilão de privatização do controle da CEEE-T em julho, ao apresentar proposta de R$ 2,67 bilhões, com ágio de 57,13%. O valor inicial estabelecido era de R$ 1,7 bilhão.

Assinatura no contrato de venda encerra o segundo processo de privatização da atual gestão
Assinatura no contrato de venda encerra o segundo processo de privatização da atual gestão Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Segundo o governador, essa e as demais privatizações estão injetando recursos no caixa do Estado e estão possibilitando a retomada de investimentos em obras e melhoria de serviços públicos, mas os próprios investimentos feitos pelas companhias que compraram as estatais significarão melhoria de serviço público, emprego, renda e movimentação da economia do Rio Grande do Sul em curto prazo.

Leite defende privatização

Leite defendeu a privatização, destacando que no passado pode ter feito sentido que o Estado administrasse a companhia.

“Não podemos julgar com os olhos de hoje as decisões que foram tomadas em outro contexto econômico e político. Mas nos cabe, sim, perceber que os tempos mudaram e que atualmente é mais interessante, do ponto de vista do interesse público, que o Estado diga o que quer, mas deixe a operação com o setor privado, que é mais ágil, tem mais capacidade de se financiar e de fazer os investimentos necessários. Também de se atualizar tecnologicamente e garantir que esses investimentos deem espaço para o crescimento econômico que é demandado por todos. No caso da energia, ter energia com qualidade, segurança e confiabilidade, e não apenas ter uma empresa de energia”, disse o governador.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.