Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul VESTIBULAR

Saiba quais são os cursos mais concorridos da UFRGS em 2022

Mais de 15 mil candidatos disputam 3.980 vagas do processo

Publicado em: 26.01.2022 às 16:15 Última atualização: 27.01.2022 às 09:06

Os cursos da área da saúde seguem liderando o ranking dos mais disputados no vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) em 2022. Tradicionalmente, medicina aparece em primeiro lugar, com 50,17 candidatos por vaga. Na sequência, estão: psicologia diurno (18,79), psicologia noturno (14,10), biomedicina (11,64) e fisioterapia (10,76). (Veja o restante da lista abaixo).

A densidade do vestibular 2022 foi divulgada nesta semana pela Comissão Permanente de Seleção (Coperse/UFRGS).

Cursos mais concorridos da UFRGS são da área da saúde
Cursos mais concorridos da UFRGS são da área da saúde Foto: UFRGS / Ramon Moser / Divulgação

São oferecidas 3.980 vagas para ingresso em 89 opções de cursos de graduação nos semestres 2022/1 e 2022/2. Na contagem geral, são 15.234 candidatos para essas vagas, sendo 9.071 inscritos na modalidade Acesso Universal e 6.163 candidatos que optaram por uma das oito modalidades de Ações Afirmativas (cotas).

As vagas ofertadas representam cerca de 70% das disponibilizadas para ingresso na graduação. Outros 30% são oferecidas via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que terá inscrições abertas em fevereiro.

Dois dias de provas

As provas do Concurso Vestibular 2022 serão aplicadas nos dias 12 e 13 de fevereiro, nas cidades de Porto Alegre, Bento Gonçalves, Canoas, Gravataí, Imbé, Novo Hamburgo e Tramandaí. Até esta sexta-feira (28), serão divulgados os locais de prova, para consulta individual no Portal do Candidato

Cursos com maior índice de candidatos por vaga

Clique aqui para conferir a lista completa

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.