Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul INCENTIVO

Susepe e TAG Livros fazem parceria para projeto que usa a leitura como instrumento de ressocialização

No início deste mês, a Divisão de Monitoramento Eletrônico (DME) da Susepe recebeu um lote de livros da editora

Por Redação
Publicado em: 23.03.2022 às 12:19 Última atualização: 23.03.2022 às 12:19

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) fez uma parceria com a TAG Livros para iniciar um projeto que usa a leitura como instrumento para auxiliar a ressocialização das pessoas privadas de liberdade no Rio Grande do Sul. No início deste mês, a Divisão de Monitoramento Eletrônico (DME) da Susepe recebeu um lote de livros da editora.

Susepe e TAG Livros fazem parceria para projeto que usa a leitura como instrumento de ressocialização
Susepe e TAG Livros fazem parceria para projeto que usa a leitura como instrumento de ressocialização Foto: Susepe/Divulgação
Responsável pelo monitoramento de mais de 6 mil apenados no Estado, a DME busca qualificar o tratamento penal. O projeto “Ler: Um ato de Liberdade”, foi criado pela agente penitenciária Aliziane Kersting em janeiro deste ano. 

A ação vai ser desenvolvida com os trabalhadores em monitoramento eletrônico. A iniciativa tem como objetivo incentivar os apenados a aproveitarem o tempo livre do deslocamento do transporte público até o trabalho, da espera em uma fila ou até mesmo de um tempo mais ocioso no final de semana, para ler os livros.

Treze títulos

A TAG disponibilizou 13 títulos de autores contemporâneos e de diversos lugares do mundo. Os livros doados foram Moisés negro, de Alain Mabanckou, Sonhos em tempo de guerra, de Ngg wa Thiong'o, Clara luz do mar, de Edwidge Danticat, Menino Mamba-Negra, de Nadifa Mohamed, Tudo de bom vai acontecer, de Sefi Atta, Adeus Gana, de Taiye Selasi, A garota que não se calou, de Abi Daré, Em fogo lento, de Paula Hawkins, Longo e claro rio, de Liz Moore, O céu da meia noite, de Lily Brooks-Dalton, Gostaria que você não estivesse aqui, de Fernando Scheller, O pássaro secreto, de Marília Arnaud, e Minha Vida de Rata, de Joyce Carol Oates.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.