Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Rio Grande do Sul ELEIÇÕES 2022

Após reunião com Eduardo Leite, MDB reafirma pré-candidatura de Gabriel Souza ao Palácio Piratini

Nota divulgada no fim da noite desta terça rebate informação que deputado teria desistido da disputa em apoio ao ex-governador

Por Redação
Publicado em: 08.06.2022 às 00:48 Última atualização: 08.06.2022 às 00:48

Aparentemente próximos no cenário nacional, com convergência em torno da candidatura da senadora emedebista Simone Tebet à Presidência da República, PSDB e MDB vivem um impasse no Rio Grande do Sul. Líderes do MDB participaram de reunião com o ex-governador Eduardo Leite (PSDB) no fim da tarde desta terça-feira (7), mas garantem que saíram como entraram, ou seja, com pré-candidato ao Palácio Piratini. Ao todo já são 12 os pré-candidatos, mas o cenário pode mudar.

Deputado estadual Gabriel Souza é pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo MDB
Deputado estadual Gabriel Souza é pré-candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo MDB Foto: Joel Vargas/Divulgação

No fim da noite o presidente estadual do MDB, Fábio Branco, soltou nota confirmando que houve reunião com Leite a pedido de Simone Tebet e do presidente nacional do MDB, Baleia Rossi. "Nesta conversa, o partido reiterou posição já definida pelo diretório estadual, em março, de que o MDB do RS possui candidatura própria ao governo do Estado através do deputado Gabriel Souza", destacou Branco. Simone estaria no Rio Grande do Sul na semana passada para tentar costurar acordo com o PSDB, mas a viagem foi cancelada após falecimento do sogro.

A nota do presidente do MDB no Rio Grande do Sul veio como um contraponto a informações de São Paulo dando conta que, em nome da candidatura de Eduardo Leite a governador, Gabriel Souza teria desistido de concorrer. Logo depois das 22 horas desta terça o jornal O Estado de S.Paulo noticiou que Gabriel Souza "teria concordado em retirar seu nome da disputa em nome de aliança com Leite".

Segundo o jornal, o acordo teria sido costurado ao longo do dia por Simone Tebet e o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi. Conforme o Estadão, "com isso, lideranças emedebistas consideram que o PSDB não tem mais desculpa para adiar a formalização da aliança com o partido no âmbito nacional". O encontro dos tucanos está marcado para esta quinta-feira (9).

O Estadão informou ainda que, além de Gabriel Souza, a cúpula do MDB recebeu a garantia do presidente Fábio Branco e do ex-governador Germano Rigotto (MDB) de que aceitam abrir mão da candidatura própria, algo inédito até aqui para a sigla, e que o acordo com o PSDB de Eduardo Leite será firmado. A ponderação teria sido que "o anúncio deverá ocorrer no tempo da política local".

Na mesma nota divulgada no fim da noite desta terça em que reafirma a candidatura da Gabriel Souza, o MDB gaúcho confirma que "segue dialogando com aqueles que desejam construir uma aliança para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento do Estado". Eduardo Leite e Gabriel Souza mantêm boa relação a ponto de o ex-governador ter incentivado que o deputado estadual fosse lançado pré-candidato pelo partido. Leite já disse a pessoas próximas que, se concorrer ao governo do Estado, gostaria de ter Gabriel Souza como seu vice.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.