Publicidade
Notícias | São Leopoldo Cultura

Festa para celebrar a história da nossa região através dos trilhos

Museu do Trem de São Leopoldo completa 44 anos neste dia 26 e terá programação, em formato digital, especial de aniversário com vídeos

Por Alecs Dall'Olmo
Publicado em: 26.11.2020 às 07:30 Última atualização: 26.11.2020 às 09:36

Museu do Trem promove atividades através das redes sociais e estuda alternativas de visitações com ferramentas digitais Foto: Adil Lima/Divulgação
"O momento não está fácil, sobretudo por nos encontrarmos em um momento que exige uma atenção redobrada com a saúde e a sobrevivência. As dificuldades de manter um museu são inúmeras e, diante de um ano pandêmico, ainda mais. Reconhecemos a necessidade de seguir, sendo que neste momento nos dedicamos aquelas tarefas que normalmente são realizadas em um museu. Um museu tem em sua rotina diversas tarefas que necessitam seguir um protocolo rígido para que o acervo seja preservado. Manutenção em uma Reserva Técnica é exigente e requer muita habilidade e conhecimento. Nada fica preservado por acaso ou no abandono. Portanto, seguimos com as tarefas dentro do acervo e pretendemos chamar a atenção para que possamos em 2021 ampliar o quadro de funcionários especializados com conhecimento nas áreas da museologia, da conservação e da história para atendimento na Reserva Técnica, assim como especialistas que atendam os públicos, para isso as áreas da educação, da arte, da comunicação e do turismo são essenciais", ressalta a museóloga e coordenadora do Museu do Trem, Alice Bemvenuti, lembrando que nesta quinta-feira o espaço histórico ferroviário, responsável por um período muito intenso e importante no desenvolvimento da região completa 44 anos.

Ela conta que de hoje até sábado, dia 28 de novembro, a Prefeitura de São Leopoldo, por intermédio do Museu do Trem e Secretaria Municipal da Cultura e Relações Internacionais (Secult), promove uma série de vídeos relacionados ao museu que serão disponibilizados na página oficial do Facebook (@MuseudoTremOficial). A programação de aniversário foi organizada em formato digital para que a comunidade possa acompanhar sem sair de casa. Durante o ano de 2020, o atendimento do Museu do Trem também precisou ser adaptado devido à pandemia da Covid-19. "Ainda não abrimos o museu e não temos previsão para receber público presencialmente. Estamos estudando alternativas", destaca Alice.

Salvaguardar

"O Museu do Trem de São Leopoldo nasce na década de 1970, precisamente no ano de 1976, e ao longo de 44 anos tem se dedicado a salvaguardar o patrimônio ferroviário e impulsionar encontros com esse patrimônio, testemunho não só de uma tecnologia, mas de um acontecimento que mudou a vida cotidiana dos brasileiros, dos leopoldenses em especial", afirma a museóloga. A estrutura atual do museu faz parte de uma história fundamental para a região, que iniciou com a construção da estrada de ferro em 1871. Em 14 de abril de 1874 foi inaugurado o trecho compreendido entre Porto Alegre e São Leopoldo com uma extensão de 33.756 metros que deu início a estrada de ferro gaúcha.

Programação

A programação de aniversário começa hoje, às 9 horas, com um vídeo de parabéns ao Museu do Trem e depoimentos, com participação de funcionários, estagiários, ferroviários, integrantes da Secult e autoridades, incluindo o prefeito Ary Vanazzi. Também nesta quinta-feira, às 18 horas, será exibido o vídeo Museu Vivo, produzido por Luís Vieira, que proporciona um passeio pelo Sítio Histórico, mostrando o acervo ao ar livre e o espaço expositivo dentro do prédio da antiga Estação.

Amanhã, dia 27, às 18 horas, será transmitido o vídeo Mulheres Negras, Tua Voz, produzido por acadêmicas do Pós-Graduação em Educação, PUC/RS, em parceria com o Museu do Trem, com participação especial de Andréa Rodrigues Silva, Cíntia Rodrigues, Daiana da Rosa, Nadir Maria de Jesus, Rosângela Hilário e Suzi da Silva Santos.

E no dia 28, às 18 horas, será a vez da divulgação do vídeo VAG...ANDO!, que é um vídeo em dança realizada por acadêmicos e bailarinos do o curso de graduação em Dança, da Uergs, com direção de Mauro Schneider e participação dos bailarinos André Jacobi, Claudio Oliveira Junior, Mauro Schneider e Shirlei Samantha Marques Ferreira.

 

Projeto nas redes com 220 mil visualizações

Para manter o contato com o público, ao longo do ano pandêmico, foram realizadas lives através do projeto #museudotremLIVE oferecendo atividades diversas, entre elas Ciclo de Debates, Diálogos. A soma nas redes sociais alcançou mais de 220 mil visualizações até esta semana.

Ações com o patrimônio

"Queremos, em 2021, atuar em frentes relacionadas diretamente às práticas museológicas que incluem ações com o patrimônio material e imaterial, ou seja, os públicos e com o acervo. Portanto, em 2021 vamos desenvolver um grande projeto de educação patrimonial que abrange a relação do museu com a cidade de São Leopoldo, mas também com a comunidade ferroviária, sendo, então, necessário ampliar os recursos humanos especializado. A parceria entre a Secretarias de Cultura e Educação será chave para esse projeto", avalia Alice, salientando que a ideia também é desenvolver atividades de cooperação entre museus ferroviários.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.