Publicidade
Opinião Coluna

Até o fim

Por Driccos
Publicado em: 13.02.2021 às 07:00 Última atualização: 13.02.2021 às 08:15

O Inter consegue a proeza de encerrar o sonho do torcedor pela enésima vez dentro da mesma temporada. A expectativa criada diante do jogo em que perdeu bisonhamente para o Sport deixou novamente o torcedor cheio de dúvidas e incertezas. Restam três partidas para o final do Campeonato Brasileiro e a partida contra o Vasco no domingo ganhou ares de desespero, seja pro time colorado ou também para o grupo carioca treinado por Luxemburgo. É hora de afirmar o desejo de que é possível levantar essa taça e fazer valer a vontade do torcedor que não pode estar no estádio. Não é possível que o sonho seja postergado por lances tão infantis como os protagonizados diante do time de Recife.

Erro escolar do goleiro Marcelo Lomba

A participação de Marcelo Lomba contra o Sport Recife foi muito abaixo das expectativas. O lance em que a bola sai - e eu realmente acho que tenha saído - só poderia ter terminado se encerrado pela arbitragem. Erro escolar do goleiro colorado.

Decisões de Uendel

O lateral foi outro protagonista de um dos lances individuais mais bizarros que o torcedor tem lembrança nos últimos tempos. É triste ter visto que Uendel não quis cabecear a bola e, em outra decisão errada, fez uma falta para cartão vermelho.

Abel demorou para mudar

Depois de ter perdido um jogador e visto o time sucumbir diante do fraco Sport sem qualquer jogada mais perigosa, Abel demorou muito tempo pra atacar o time de Jair Ventura. E o tempo com o placar adverso é sempre um difícil inimigo no Brasileirão.

Três finais

O Inter joga três finais em sequência: Vasco, Flamengo e Corinthians. O Flamengo enfrenta o mesmo Corinthians que ainda quer vaga na Libertadores. Joga ainda com o São Paulo que, como os corintianos, estão pressionados para estarem na Copa que melhor paga por fases no calendário brasileiro. Ou seja: há chances reais de levantar a taça de campeão porque o campeonato ainda não terminou pra quem quer que seja. Pontuar nas duas últimas partidas fora de casa se torna uma obrigação muito maior do que já era anteriormente. Dá pra vencer o Vasco, encarar o Flamengo de frente e decidir o campeonato contra aquele mesmo Corinthians de 2005. A hora é agora.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.