Publicidade
Opinião Opinião

Leite Moça

Por Mauro Blankenheim
Publicado em: 23.02.2021 às 10:00 Última atualização: 23.02.2021 às 18:48

Penso ter sido apresentado ao leite condensado com nome próprio nos anos 1960, na casa da minha madrinha-irmã Dorothy, que se esmerava em apresentar cardápios saborosos no doce e no salgado, a cada festinha de aniversário. Talvez de uns 30 anos para cá, comecei a chamar o Moça de leite condensado, simplesmente porque apareceram outros players fabricando o mesmo produto.

Acredito que a marca influencie por demais nossa percepção ao degustar um alimento. Jamais tive o mesmo prazer ao deglutir algum leite condensado como tenho ao fazê-lo com o Moça da Nestlé, o que talvez explique todo esse contexto. Acontece o mesmo comigo ao beber uma Coca-Cola, um chope da Brahma e mastigar um chocolate da Neugebauer, ou uma Barilla Grano Duro.

Esperei a poeira baixar sob o aspecto político, para escrever sobre o tema.

Você já se deu conta das delícias que pode preparar com o Leite Moça? Negrinhos (opa) brigadeiros, branquinhos e o incomparável pudim de Leite Moça, aquele brilhoso, quase refletivo, capaz de espelhar um vulto, tão polida e lustrosa fica a sua superfície. Aliás ouso afirmar que quanto mais reluzente é o pudim, mais gostoso ele fica. Nada de porosidade e opacidade. Pudim de Leite Moça tem que refletir a realidade. Real time. Amarelinho quase como gema de ovo, com aquela calda que faz a memória viajar décadas até a infância marcada por inúmeras guloseimas que nossos antepassados preparavam só para nos agradar.

Mas para não dizerem que não falei de flores, que bom que podemos polemizar sobre um Presidente que tenha usado um cartão de crédito corporativo do Alvorada, para adoçar a vida dos militares, ao invés de nos lamentarmos por censurar o aproveitamento de verbas do povo para comprar refinarias obsoletas no Texas.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.