Publicidade
Opinião Opinião

As escolas voltando com todo o cuidado

O retorno às aulas presenciais é regado a álcool 70%, distanciamento e muitos cuidados. Um surto nas escolas poderia colocar o sistema em xeque

Por Guilherme Schmidt
Publicado em: 04.05.2021 às 16:47

Avança na região volta às aulas presenciais, que “oficialmente” começou quinta-feira passada, após o embate entre Estado e Justiça há uma semana. Lentamente, é verdade, até como era esperado. Não há ainda como se ter um retorno “normal”, com todas milhares de crianças e adolescentes nas escolas, com salas de aula com 20, 30 ou até mais alunos em aula. É preciso cuidado, controle. A frase de que esta faixa etária é que menos teve contágios é uma meia verdade, já que ela ficou muito mais isolada que outras, exatamente pela suspensão do convívio escolar. Sem escolas, sem praças, cinemas, parques de diversão...

E já que governos - como o RS - classificaram a educação como essencial, deveriam tratá-la como tal, investindo - principalmente na rede pública - em locais efetivamente seguros, ventilados, higienizados e com condições de receberem a comunidade escolar com regras de distanciamento e higienização. Todo cuidado é necessário para que a volta de aula não trave, como aconteceu em outros países, em surtos de contágio da Covid-19.

Preocupação

Mas se há muita gente preocupada com a volta das escolas, um olhar mais rigoroso deveria se voltar a restaurantes e bares. A óbvia liberação do uso de máscara neste locais cria uma nuvem de preocupação de gotículas suspensas no ar. E, em muitos locais, um desrespeito claro às regras de distanciamento coloca em risco o controle da contaminação.

Sem noção

Até o chimarrão voltou a circular em roda de amigos em praças e parques, também liberados na semana passada pelo Estado. Até parece que a pandemia acabou.

Menos pior

Sim, a situação deu uma melhorada, já se esteve bem pior, mas a situação ainda é de alerta nos hospitais. Ainda temos 2,7 mil pessoas em UTIs no Estado, sendo que 68% por casos de Covid. Se fosse em maio de 2020 seria um colapso. Há um ano o RS “só” tinha 1,8 mil leitos.

Meia imunização

Segundo dados do Monitoramento da Imunização Covid-19 do governo do Estado, já são 2,2 milhões de gaúchos vacinados. Mas é só com primeira dose. Imunizados com a segunda são apenas 42%.

Tic-tac do leão

O contribuinte ganhou um mês para sua declaração do Imposto de Renda deste ano. É até 31 de maio. Até agora, foram entregues 17,2 milhões declarações de IR, pouco mais da metade das 32,6 milhões previstas pelo Fisco.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.