Publicidade
Opinião Opinião

Terceirizada falha pagamento e Smed cobra acerto

Por Thiago Padilha
Publicado em: 08.07.2021 às 15:00 Última atualização: 08.07.2021 às 16:00

A Secretaria de Educação (Smed) de São Leopoldo cobrou da empresa terceirizada, que presta serviços de limpeza em escolas municipais, o cumprimento do contrato e o pagamento correto às trabalhadoras. Segundo o titular da pasta, Ricardo da Luz, assim que o Município foi informado de que os salários estavam atrasados e com falhas, apesar do repasse feito pela Prefeitura, o fiscal do contrato buscou que a empresa cumprisse suas obrigações.

"A empresa fez sua justificativa, que teria sido um erro do contador, nós não aceitamos. O fiscal do contrato notificou a empresa e, então, foi feito o acerto com as trabalhadoras", explicou Luz. "O fiscal do contrato agiu com o rigor que deveria agir", reforçou, salientando que agora a situação está regular. "Fizemos uma reunião para que esse tipo de situação não se repita mais. O problema foi sanado já. Sou implacável sobre pagamento de nossas terceirizadas."

Situação chegou à Câmara

O caso do atraso de pagamento e redução de salários e vale-alimentação das funcionárias de uma empresa terceirizada da Smed chegou ao vereador Jéferson Falcão (MDB), que solicitou informações à pasta. "Recebemos denúncias de prováveis irregularidades e o papel da Prefeitura é garantir, por meio do fiscal do contrato, que o repasse do recurso público está mesmo chegando ao trabalhador que realiza o serviço ou se está represado na empresa", ponderou. Como explicou o secretário Ricardo da Luz, o fiscal agiu com rigor e tudo foi resolvido.

Pelo Estado

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) passará cerca de 24 horas no Estado. Chega amanhã, às 14 horas, e vai direito para Caxias do Sul, onde cumpre agenda na UCS. Às 17 horas, de helicóptero, se desloca para Bento Gonçalves onde, à noite, tem jantar com empresários do setor do vinho. Pernoita na Serra e sábado pela manhã se desloca para Porto Alegre.

Reunião e motociata

Na capital gaúcha, às 9 horas, tem reunião com diretores da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs) e às 10 horas parte em motociata pelas ruas de Porto Alegre, podendo passar por outras cidades da região. Ao meio-dia, em casa de eventos perto do Aeroporto Salgado Filho, almoça com empresários.

Juntos na Serra

O senador gaúcho Luis Carlos Heinze (Progressistas), que é pré-candidato ao governo do Estado em 2022, confirmou que vai acompanhar Bolsonaro pela Serra, mas não vai estar na visita técnica do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freita, na ponte do Sinos.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.