Publicidade
Opinião Opinião

Estudo para implantar habitação popular em Portão

Por Thiago Padilha
Publicado em: 19.07.2021 às 16:00 Última atualização: 19.07.2021 às 16:44

Em Portão, foi feita uma visita na sexta-feira em uma área no bairro São Jorge onde a prefeitura poderia implantar um projeto-piloto de habitação popular. O vereador José Volmar Wogt, o Zé Toquinho (PDT), e a titular da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação (Semash), Priscila Lemmertz Diefenthäler, estiveram na área que poderia ser destinada a famílias de baixa renda. O intuito é evitar negociações irregulares e também inadimplência, porque o pagamento dessas prestações é que permitiria a construção de mais casas em etapas posteriores.

Segundo Wogt, a fase é ainda de estudos, mas as perspectivas são boas porque o terreno já está disponível e existe estrutura básica, como calçamento, esgoto e rede elétrica. "A minha sugestão ao Executivo é fazer uma ação piloto com algumas dezenas de moradias e, se der certo, expandir posteriormente", defende.

Grades no bueiro

Com o objetivo de diminuir pontos de alagamento em São Leopoldo, o vereador Marcelo Dentinho (PTB) protocolou na Câmara projeto de lei que obriga a instalação de grades ou telas de proteção em bocas coletoras de águas pluviais, as bocas de lobo. "É necessário pensar nosso município a longo prazo. Recebo inúmeros pedidos para desobstrução de bocas de lobo", aponta. Conforme o texto, Prefeitura, loteamentos e residenciais terão quatro anos para adaptar as bocas de lobo hoje existentes. Novos loteamentos deverão, obrigatoriamente, contar com grades.

Lanche solidário

A vereadora Iara Cardoso (PDT) tem mobilizado sua equipe para garantir um conforto maior a quem necessita de atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, Centro de Saúde Feitoria e Hospital Centenário, em São Leopoldo. Eles distribuem cachorro-quente e café para quem acompanha os familiares nas casas de saúde.

Carinho com o outro

Conforme a vereadora, a ação foi pensada com o intuito de deixar "quentinho" os corações de leopoldenses que, muitas vezes, na pressa de cuidar de um ente querido, não conseguem se alimentar direito. "Creio que devemos olhar com carinho para o outro, especialmente em tempos tão delicados", disse Iara.

Tratamento do vizinho

Em Esteio, Marcelo Kohlrausch (PSB) voltou a questionar a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento do Rio Grande do Sul (Agesan-RS) sobre uma posição no que se refere a indenização ambiental por Esteio realizar o tratamento do esgoto de Sapucaia do Sul.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.