Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

Reputação digital: é possível se proteger

Por Maria Cristina Diez
Publicado em: 18.01.2022 às 03:00

Oano é 2022 e há quem pense que a Internet ainda é uma terra sem lei. A verdade é que a sociedade avançou e o mundo virtual também. Apesar dos usuários estarem suscetíveis à difamação on-line e às fake news, hoje é possível remover conteúdos negativos do Google, Facebook, Instagram entre outras plataformas. Tal ação pode ser realizada por meios administrativos, requerendo diretamente às redes sociais, ou, em último caso, pela via judicial.

O problema pode ser solucionado de forma rápida e objetiva. Os direitos de vítimas de uso irregular da imagem ou dados pessoais sem consentimento foram ampliados e existem algumas maneiras de se proteger contra os discursos de ódio e notícias falsas.

Também é possível "ocultar" conteúdos negativos produzindo referências positivas para ocupar seu lugar. As medidas ativas cabíveis são: denunciar, provando que aquele conteúdo é ilegal, solicitar punição por parte da rede social, ocultar o comentário e, por fim, a utilização da Justiça.

Como regra geral, não é possível remover da Internet nada que seja permitido publicar nos veículos de comunicação, ou seja, a liberdade de expressão também vale para o meio digital. Caso a pessoa tenha sido atacada de forma virtual, o melhor caminho a seguir é solicitar a retratação. Quando o desrespeito é claro, a Justiça tem mecanismos para fazer valer a lei.

Cuidar da reputação digital é de suma importância. A forma como uma pessoa ou marca é percebida pelo público na Internet pode alterar, principalmente, na escolha do consumidor.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.