Publicidade
Botão de Assistente virtual
Opinião

Um século de Brizola, um homem à frente do seu tempo

Por Ary Moura
Publicado em: 21.01.2022 às 03:00

Já se passaram mais de três décadas de uma data que não sai da minha memória. Lembro de um comício que organizamos do Brizola, em Novo Hamburgo, com mais de 20 mil pessoas. Aquela campanha em que ele, no Rio Grande do Sul, conquistou quase 80% dos votos. Infelizmente, naquela oportunidade, o povo brasileiro não lhe concedeu a chance de governar o nosso País.

Mas dentro do solo gaúcho, Brizola fez história galgando os principais cargos políticos, sendo deputado estadual, deputado federal, prefeito de Porto Alegre e governador do Estado, liderando, inclusive, a campanha da Legalidade, em 1961. Brizola também foi deputado federal e governador do Rio de Janeiro, em duas oportunidades. Referência do trabalhismo no Brasil, liderou a fundação do Partido Democrático Trabalhista, um dos mais expressivos partidos políticos do Brasil.

Ele era um grande líder, especialmente porque sempre esteve ao lado do povo trabalhador. Seu pensamento ainda encontra-se muito atual, sendo que há mais de meio século, já defendia as reformas necessárias para tornar o Brasil mais justo e igualitário. Brizola acreditava e era um obstinado pela educação como a única ferramenta capaz de emancipar o povo e desenvolver a nação.

No dia 22 de janeiro, se estivesse vivo, completaria um século de vida. Eu segui o Brizola a minha vida inteira, em qualquer lugar em que eu pudesse estar, fosse uma reunião, um encontro, eu estava lá. Tive a oportunidade de vê-lo carregar os meus filhos no colo. Eu sempre me senti muito orgulhoso em carregar uma única bandeira, durante toda a minha vida, a bandeira de Leonel de Moura Brizola, a bandeira do PDT.


O artigo publicado neste espaço é opinião pessoal e de inteira responsabilidade de seu autor. Por razões de clareza ou espaço poderão ser publicados resumidamente. Artigos podem ser enviados para opiniao@gruposinos.com.br
Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.